Etiqueta: mudança

Queres Saber o Sentido Da Vida? Para a Frente!

Queres Saber o Sentido Da Vida? Para a Frente!

 

Levantar se Da Cama Para Começar Mais Um Dia Deveria Ser Motivo de PRAZER e ENTUSIASMO na nossa vida?

 

Para algumas pessoas, porém isso parece mais um sacrificio.

Elas já se levantam cansadas e desanimadas para enfrentar mais um dia de batente.

Quem se sente assim, provavelmente perdeu o contato com o seu ideal de vida.

Sem uma meta à qual dedicar a sua existência, o ser humano dificilmente encontra motivação para fazer as coisas, para prosperar, para realizar sonhos.

Só quem tem um  Ideal (visão)  pode conhecer a Verdadeira Realização pessoal.

Um Ideal de vida é querer “ser” alguma coisa:

  • Um Médico reconhecido na sua especialidade;

  • Uma esteticista que adora deixar as clientes mais bonitas;

  • Uma empregada doméstica prendada;

  • Um pedreiro caprichoso;

  • Uma mãe e mulher Presente

  • Um canalizador Competente;

  • Um artista talentoso;

  • Uma cozinheira que delicia os outros com as seus pratos;

  • Um empresário próspero;

  • Uma dona de loja onde as pessoas gostam de comprar;

  • Uma vendedora de Sucesso;

Uma pessoa motivada a “ser” alguma coisa orienta, naturalmente as suas ações em direção ao seu Ideal

Se alguém  quer atingir o Cume de uma montanha, mesmo que não saiba como fazê-lo, vai procurar os caminhos que a levem até lá.

Uma pessoa com uma visão clara da vida é objetiva, sabe o que tem de fazer e considera o”fazer” como um meio para alcançar a sua meta.

Depois de idealizado na nossa mente, tudo é possivel

 

Quem tem um ideal, tem tendência a investir em si mesmo e a considerar conhecimentos adquiridos como o seu grande patrimônio.

Pode perder o emprego, ou ter que mudar de cidade ou mesmo de país, mas facilmente se adapta às novas situações, porque sabe quem é e conhece o seu valor.

Para alguém orientado a “ser”, os bens que tem ou a posição que acaba por conquistar, vêm como consequência daquilo que se é.

Quando temos e perseguimos um Ideal de vida, o “ter” é só um resultado natural do “ser”.

Adorei aprender isto, pois nem sempre foi uma realidade na minha vida.

Eu acredito que todos somos divinamente destinados a ser algo, todos temos dons, mas infelizmente nem todas as pessoas conseguem realizar o seu ideal de vida, nem tão pouco descobrem o que andam cá a fazer.

Quando somos crianças, costumamos dizer o que queremos ser quando formos “grandes”, conforme crescemos, vamos nos ajustando às exigências do nosso mundo competitivo, incorporando os valores e todos os condicionamentos sociais que nos levam a dar prioridade ao “ter”:

  • Ter uma carreira;
  • Uma casa
  • O carro do ano
  • O melhor telemóvel do mercado

Muitas vezes a pressão do “fazer para ter” afasta nos do nosso Ideal de Vida e quando damos por nós, estamos a fazer tudo menos o que deviamos para conseguir ir ao encontro desse Ideal, right?

Não vivas emocionalmente agarrado ao dinheiro
Não vivas emocionalmente agarrado ao dinheiro

O Problema de orientar a nossa existência para o “ser” é que ficamos muito dependentes e apegados ao que temos.

No mundo atual, em que a corrupção continua em grande escala, em que o dinheiro não passa de um “monte” de números na memória de um computador, em que as coisas são cada vez menos palpaveis, , e tudo muda tão rapidamente e constantemente, basear a realização pessoal no “ter” conduz nos facilmente à preocupação, à insegurança e à incerteza quanto ao futuro.

Passa se a vida numa corrida contra o tempo, num esforço constante de fazer coisas para “ter” cada vez mais, de modo a que nos sintamos seguros.

Mas é importante saber que quanto mais temos, mais é preciso fazer para manter o que temos.

A viver assim, nenhuma fortuna é capaz de nos proporcionar realização e plenitude.

E quando chegamos aos 50 ou 60 anos, por muito bem sucedidos que tenhamos sido na nossa vida de fazer para ter, sentimos que falta algo.

[fancy_box id=5]

Como estás a conduzir a tua vida:

Baseado no Ser ou no Ter?

[/fancy_box]

 

Se tu és daquelas pessoas que perdeu o Ideal da vida, ao tentares enquadrar te neste jogo da sobrevivência Social, , gostava que soubesses que a qualquer momento é possivel tomares o caminho que te leva ao cume da tua montanha.

O teu Ideal de vida está ligado ao que tu tens prazer em fazer e à visão mais grandiosa que tens de ti mesmo(a)

[fancy_box id=2]

Por um momento, volta ao teu estado de simplicidade em que vivias quando eras criança e pergunta te:

– ” O que eu quero ser quando for grande”?

– O que eu sonho ser na vida?

O teu Ideal está ligado aos teus talentos(dons) e capacidades com que foste abençoado(a) ao nascer.

[/fancy_box]

Tens com certeza muitas coisas que fazes com mais facilidade e espontaneidade, pois recebes te de Deus, os dons para seres o que é o teu destino e assim realizares te.

Lembro me que quis ser advogada, pois não gosto de injustiças e achei que poderia defender muitas pessoas, desmotivei quando vi as imensas leisssss que tinhamos de saber, (risos)

Também quis ser Jornalista, pois gosto muito de falar e achei que era uma  forma de passar a mensagem. 

Depois quis ir para a tropa. Ainda fiz os testes, mas não me identifiquei nada com aquele excesso de autoridade exercida sobre as patentes mais baixas.

Quis ser muita coisa e experimentei muita coisa, e tudo me encaminhou para chegar onde estou hoje, como blogueira profissional e terapeuta de reiki, depois de ter estado muitos anos a trabalhar como empregada e a ser vista como um número por todos os patrões por onde passei.

[fancy_box id=2]

Reconhece a tua vocação.

Pergunta te:

– “O que para mim, é natural fazer?”

– “Quais são as minhas habilidades?”

[/fancy_box]

Tens de compreender que por muito naturais e desenvolvidos que sejam os teus talentos, é preciso aperfeiçoa-los.

É preciso desenvolver técnicas.

Tu podes ter o melhor ouvido para a musica, mas precisas aprender a ler partituras e a tocar o instrumento

– E isso, quando nasces, não sabes. Aprendes.

Acredita que se estiveres no caminho que te leva à realização do teu Ideal, os factos e as circunstâncias da vida vão te “empurrar” para a frente, aconteceu comigo de uma forma bastante natural, quando comecei a fazer as perguntas que coloquei acima.

Não te limites, ou desanimes caso não vejas, em determinado momento, as soluções para as dificuldades que surgirem.

Mantém te firme na tua escolha e a vida te trará, com toda a certeza, tudo o que precisas, mas se continuas a resistir, parece que nada vai dar certo, mas é Deus a testar te, para saber se é isso que realmente queres.

– Não tens tempo para ler? Tu é que fazes o teu tempo e certamente arranjarás um jeito.

Gostavas de começar um negócio com pouco dinheiro, mas não sabes como começar?

Acredita que alguém te pode ajudar, e se não puder, continua a procura, vais encontrar um que te sirva e te satisfaça todas as tuas necessidades.

As portas abrem se para quem sabe o que quer, assume o papel que lhe cabe neste mundo e tem FÉ.

Só tu podes saber o que é melhor para ti, certo?

Que tenhas discernimento nas tuas escolhas.

Não te deixes contaminar pelo pessimismo e pela amargura das outras pessoas, nem te deixes influenciar pelos modelos de Sucesso Alheio.

Sucesso e Fracasso são fatores muito relativos.

Avalia te em relação à tua realidade e não te compares aos outros.

Por fim, não tenhas medo de experimentar.

Se tu não te permitires experimentar, nunca vais saber no que as coisas vão dar… É como teres uma ideia brilhante e não aproveitares para transformá-la em rendimento, ou porque não sabes, ou porque não acreditas que ela possa ser tão boa assim

Recebe aqui o EBOOK GRÁTIS que te pode ajudar a Teres a vida que sonhas te
Recebe aqui o EBOOK GRÁTIS que te pode ajudar a Teres a vida que sonhas te

As oportunidades que temos na vida não aparecem por acaso, pelo menos é o que tenho aprendido ao longo desta minha caminhada

Há sempre um propósito por trás delas.

Não deixes de te focar em ti e no teu ideal de vida.

Termino com uma pequena história sobre o sentido da vida e que espero que consigas tirar a melhor parte para ti.

[fancy_box id=1]

As sandálias do discípulo fizeram um barulho especial nos degraus da escada de pedra que levavam aos porões do velho convento.

Era naquele local que vivia um homem muito sábio.

O jovem empurrou a pesada porta de madeira, entrou e demorou um pouco para acostumar os olhos com a pouca luminosidade. Finalmente, ele localizou o ancião sentado atrás de uma enorme escrivaninha, tendo um capuz a lhe cobrir parte do rosto.

De forma estranha, apesar

do escuro, ele fazia anotações num grande livro, tão velho quanto ele.

O discípulo se aproximou com respeito e perguntou ansioso pela resposta:

Mestre, qual o sentido da vida?

O idoso monge permaneceu em silêncio.

Apenas apontou um pedaço de pano, um trapo grosseiro no chão junto à parede.

Depois apontou seu indicador magro para o alto, para o vidro da janela, cheio de poeira e teias de aranha.

Mais do que depressa, o discípulo pegou o pano, subiu em algumas prateleiras de uma pesada estante forrada de livros.

Conseguiu alcançar a vidraça, começou a esfregá-la com força, retirando a sujeira que impedia a transparência.

O sol inundou o aposento e iluminou com sua luz estranhos objetos,  instrumentos raros, dezenas de papiros e pergaminhos com misteriosas anotações.

Cheio de alegria, o jovem declarou:

– Entendi mestre.

Devemos nos livrar de tudo aquilo que não permita o nosso aprendizado.

Buscar retirar o pó dos preconceitos e as teias das opiniões que impedem que a luz do conhecimento nos atinja. 

Só então poderemos enxergar as coisas com mais nitidez.

Fez uma reverência e saiu do aposento, a fim de comunicar aos seus amigos o que aprendera.

O velho monge, de rosto enrugado e ainda encoberto pelo largo capuz, sentiu os raios quentes do sol a invadir o quarto com uma claridade a que se desacostumara.

Viu o discípulo se afastando, sorriu levemente e falou:

Mais importante do que aquilo que alguém mostra é o que o outro enxerga. 

Afinal, eu só queria que ele colocasse o pano no lugar de onde caiu.

[/fancy_box]

Vou repetir o que o sábio disse:

Mais importante do que aquilo que alguém mostra é o que o outro enxerga. 

 

Se andas à procura de mudar o sentido da tua vida, vê o Webinario Grátis que me permitiu hoje transformar me na minha melhor versão e fazer aquilo que mais amo e inspirar outros a fazer o mesmo.

Vê se pode ser para ti:

 http://bit.ly/webinar-pt-smt

 

Vive uma vida Fantástica em busca do sentido da tua vida

~Sandra

Skype: sandra.galao

O Que Não Entendemos Sobre Nós Próprios Em A Mudança Está DENTRO de SI

O Que Não Entendemos Sobre Nós Próprios Em A Mudança Está DENTRO de SI

Olá, olá aqui estamos nós para a 12ª Conversa do desafio que Começou AQUI.

Como sabes todos os dias escrevo aqui uma nova Conversa do Livro “A Mudança está DENTRO de SI”.

REFLEXÕES PESSOAIS

As questões mais difíceis e significativas voltam sempre para nos inquietar. Por mais que nos dediquemos às coisas exteriores e materiais da vida, no final do dia, quando deitamos a cabeça na almofada e fechamos os olhos, voltamos sempre ao nosso EU Interior.

TERCEIRA QUESTÃO:

 

[fancy_box id=1]

Existirá algo que não conseguimos entender plenamente sobre nós, da nossa vida e do seu propósito, e cujo o entendimento mudaria a nossa Realidade para melhor e para sempre?

[/fancy_box]

Claro que sim.

Não compreendemos quase nada sobre nós próprios.

Nem sequer percebemos como pensamos ou o que nos leva a pensar da forma como o fazemos.

Não compreendemos quem somos nem onde estamos, como aqui chegámos e porque raio aqui estamos.

Não entendemos a nossa relação com Deus, a nossa relação uns com os outros, o nosso propósito de vida e… o mais lamentável de tudo…

Não compreendemos o Amor.

o que é o amor

Não entendemos porque tudo acontece na nossa Vida da forma que acontece e não sabemos como lidar com o que acontece quando realmente acontece.

Estamos completamente à deriva no que toca a explicar grande parte daquilo que sucede à nossa volta – e mesmo que encontremos uma explicação, não sabemos dar-lhe um uso funcional, colocá-la em prática .

A propósito, eu já me incluí neste grupo. Por isso consigo dar a resposta tão prontamente.

Lembro-me bem de quando não entendia e sei que ainda resta muito para entender.

Só aos 50 anos consegui perceber que o propósito fundamental  da minha  vida era recriar-me de novo na mais Grandiosa Visão que alguma vez tive acerca de Quem Sou .

Não sabia que cada AÇÃO é uma AÇÃO de auto-definição.

Quando , num momento de profunda ansiedade, perguntei a Deus porque não estava a minha vida a resultar, Deus Respondeu:

“É simples: – JULGAS Que A Tua Vida Tem Só A Ver Contigo.”

Foi-me dado a ver que a minha visão não tem nada a ver comigo, tem, sim, a ver com todas as pessoas cujas vidas toco –  e com a forma como o faço…

Quem dera que alguém me tivesse dito isto há 30 anos…

Não sabia que era Sagrado. Uma vertente Sagrada do próprio Sagrado, julguei que não era nada, que era mais pequeno do que um grão de areia no céu cósmico.

Foi então que Descobri Quem Verdadeiramente SouQuem Todos Somos – e o Que Estamos Aqui a Fazer, e foi isto que Mudou a minha Vida.

Descobri que nada sabia acerca das Verdades autênticas da vida.

Julguei que se tratava de:

  • Ter aquele carro,
  • Conquistar aquela mulher,
  • Ter determinado emprego,
  • Obter um diploma,
  • Casar,
  • Ter filhos,
  •  Ser aumentado,
  • Comprar um carro melhor,
  • Conseguir um emprego melhor,
  • Mudar para uma casa maior,
  • Ficar com o cabelo grisalho,
  • Ter netos,
  • Passar para o gabinete no último piso,
  • Ganhar o relógio da reforma,
  • Passar à reforma,
  • Comprar bilhetes para os cruzeiros,
  • Comprar o apartamento mais pequeno em troca da casa Grande,
  • Adoecer,
  • Ser alvo de comiseração e ir desta para melhor.

Era isto que eu pensava que a vida era.

Mais tarde, soube que tinha na Terra uma Missão Divina, ao serviço do propósito da Alma e que passara 98% do meu tempo ocupado com 98% de coisas que simplesmente não interessam.

[fancy_box id=5]

Agora já sei.

Como dizia o meu pai:

“A Velhice chega demasiado cedo, a sabedoria demasiado tarde”. 

E como a minha costumava dizer:

“Mais vale tarde do que nunca”.

[/fancy_box]

Será que existem coisas que a maior parte de nós não entende  acerca de nós próprios e acerca de quem Somos, e cujo o entendimento poderia alterar as nossas vidas para sempre e para melhor?

Claro que existem.

[fancy_box id=4]

PONTOS FULCRAIS:

  • Pouco entendemos acerca de nós próprios.
  • Não entendemos a nossa relação com Deus, a nossa relação com os outros, o nosso propósito de vida e, o que é mais triste não entendemos o amor.
  • Quando entendemos tudo isto, o nosso mundo muda, a nossa vida nunca mais volta a ser a mesma.

A FAZER:

Empreenda o trabalho da alma. Comprometa-se neste preciso momento, a dedicar 20 minutos por dia à alma. Prometa a si mesmo que o fará.

[/fancy_box]

E assim termina esta conversa bem intrigante, não achas te?

Olá sou eu a Sandra Galão, menina rebelde
Olá sou eu a Sandra Galão, Sou uma menina rebelde e uma Mãe Empreeendedora Online de Sucesso.

Como sabes acredito na Lei da Atração e este livro não podia ter vindo parar às minhas mãos em outra altura.

Poder constatar que tudo o que sempre acreditei se está agora a concretizar, faz me sentir GRATA por todas as Escolhas que Fiz até hoje e por nunca ter parado de perguntar, mas porquê?

Quando ter permites conhecer, coisas e pessoas maravilhosas aparecem na tua vida para que consigas Realizar a Tua Missão na Terra.

Convido te a comentares aqui abaixo se já estás no teu processo, ou se estes artigos te tem inspirado a começares.

Muito Grata por continuares aí.

Vive uma Vida extraordinária

Sandra

 

 

A Primeira Crença a Quebrar em a Mudança está DENTRO de SI

A Primeira Crença a Quebrar em a Mudança está DENTRO de SI

Que Tenhas a Sabedoria de Encontrar Aqui a Solução Para os TEUS Problemas

Presta bem ATENÇÃO a esta quarta Conversa do desafio de 28 dias a blogar:

A PRIMEIRA CRENÇA A DERRUBAR

-Enquanto avançamos para uma nova era, a nossa primeira tarefa é assumir a responsabilidade pelo nosso passado.

Pois, não fuja disso. Não estou a trata de arcar com a culpa, trata-se de assumir o controlo.

Não estou a dizer para nos “flagelarmos” pelo que correu mal ou pelo que aconteceu antes. Refiro-me a avançarmos para o conhecimento afável e sereno, de uma verdade simples: não somos as Vítimas.

O que está a suceder nas nossas Vidas e por todo o Mundo neste momento é positivo, mas pode ser desperdiçado se não conseguirmos ver os benefícios; se insistirmos nas vítimas que NÃO SOMOS; Se declararmos com certeza que tudo isto nos está a acontecer a nós e não através de nós.

Por isso…

A primeira crença a mudar é a crença de que somos “espetadores”.

Esta palavra transmite na perfeição a ideia que muitos têm de que estamos completamente indefesos, somos desgraçados e casos perdidos, forçados a sofrer em silêncio e a tremer de medo perante o que está a acontecer e o que há-de vir.

Trata se de um pensamento errado, incorrecto.

É, sobretudo,  um pensamento disfuncional.

Leva nos, literalmente, a disfuncionalidades.

Por conseguinte, livremo nos deste pensamento. Feito isso, centremos a nossa atenção numa tomada de consciência de extrema importância.

Que esta Conversa nos Ajude.

Reconhecer o Nosso Papel no Esquema Geral

Basta olhar em redor para percebermos, com alguma facilidade, como tudo vai de mal a pior neste mundo. Mas, agora, uma pergunta:

[fancy_box id=2]

PORQUE

NINGUÉM

QUESTIONA

O PORQUÊ?

[/fancy_box]

Esta não é uma das Sete Perguntas Básicas de que falei. É uma pergunta que existe por si, isolada.

Antecede e cria o contexto para as Sete Perguntas Básicas.

As pessoas que fazem a pergunta acima não são suficientes e são ainda menos aquelas que respondem.

Vou fazer as duas coisas. Faz parte da primeira crença que temos de Mudar.

Deixarei de ser expectador.

Numa artigo que escrevi na Primavera de 2011, falei de algo que quero partilhar aqui:

– Os acontecimentos na Terra não são gerados por forças Invisiveis. Não estamos sujeitos aos caprichos dos deuses ou, como diria William Shakespeare, a sofrer “pedras e setas com a Fortuna, enfurecida, nos alveja”.

Mesmo no caso de acontecimentos geofisicos, não estamos completamente à mercê dos elementos da Natureza. Pode parecer que estamos mas não é verdade.

Pensemos nos terramotos, por exemplo. São reais, fazem se sentir e são algo que estamos, de certo modo a Criar.

desastre-del-mundo

Consideremos os furações, os tornados, os tufões, os maremotos  e os tsunamis. Estão todos a ocorrer e são algo que estamos, de certo modo a criar.

Ou, já agora, pensemos na incrível e rápida disseminação de doenças bacterianas pelo mundo inteiro. Também isto é algo que estamos, de certo modo a criar.

Como é óbvio, não temos a minima intenção de admitir nada disto.

Os membros do “sistema estabelecido” da Humanidade, pelo menos, não têm.

Dando um horroroso exemplo de como não se exerce Liderança, na primavera de 2011, a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos somou 240 votos a favor e 184 contra para a anulação de uma resolução que afirmava, tão-só, que as “alterações climáticas são causadas, em grande parte, pelas ações humanas e representam um risco significativo para a saúde  pública e bem-estar”.

Imaginem só.

Ora bem, estaremos “nós, as pessoas” a criar tais acontecimentos conscientemente?

Claro que não. Todavia, podemos estar a criá-los  inconscientemente?

Sem dúvida. Pelos nossos comportamentos inconscientes (ou seja, de forma irreflectida ou pelas nossas limitações).

Aqui está a pedir muito. Não conheço ninguém que pense em provocar um terramoto – nem o conseguiria fazer, mesmo que quisesse. Além disso, não há qualquer prova de que o aquecimento global seja “causado, em grande parte, pelas ações humanas”.

Será que concorda com isto – que os seres humanos não são mais do que observadores passivos no desenrolar da Vida?

Depende daquilo a que se refere. Se está a referir se a tornados ou coisas dessas….

Pois bem, deixe que lhe pergunte o seguinte:

– Quantos mais testes subterrâneos de armas nucleares acha que podemos levar a cabo antes que as gigantescas explosões que produzimos libertem ou desloquem as placas  que formam os alicerces subterrâneos , dando origem a terramotos?

Quanto mais carbono poderemos nós emitir antes de sobrecarregar se o mecanismo natural de estufa da terra, causando um aquecimento significativo do planeta de tal forma que as temperaturas mais elevadas das grandes massas aquáticas criem condições geotérmicas que gerem as violentas variações designadas por furacões e tornados?

Permita me que lhe cite dois parágrafos da edição de Abril de 2011 da revista Scientific American:

[fancy_box id=1]

“Ao longo  de mais de 50 anos, os microbiólogos alertaram para o facto de se usarem antibióticos na engorda de animais. Argumentam que essa prática ameaçava a saúde dos humanos, transformando as quintas em terrenos de criação de bactéria resistentes aos antibióticos.”

” Os Criadores de gado retorquiram que a restrição de antibióticos no gado teria um efeito devastador na industria e aumentaria significativamente os custos para os condumidores.

[/fancy_box]

Alguém me explica como tal poderia acontecer em simultâneo?

Então se os preços aumentassem significativamente (não acha que quem consome carne pagaria um pouco mais para viver muito mais?), como poderia industria ficar arrasada?

Da mesma forma que a industria do petróleo ficou arruinada quando o preço dos combustiveis subiu 30%

Apesar da falha na lógica…. quem julga que saiu vencedor desse debate? (basta seguir o rasto do dinheiro)

Basta seguir o rasto do dinheiro
Basta seguir o rasto do dinheiro

Agora Vêm As Boas Noticias

É óbvio que estou plenamente  consciente de que existem aqueles que negam que as ações humanas tenham algo a ver com o que foi dito, mas quero aqui declarar (em uníssono com a avassaladora maioria dos cientistas geofísicos e investigadores de todo o mundo) que os acontecimentos estão efetivamente interligados, que vivemos num mundo em que uma coisa leva definitiva e invariavelmente a outra, e que a Humanidade está imune à relação causa-efeito como qualquer outro elemento que faça parte da Vida.

De forma simples, no mínimo, fazemos parte do problema.

São boas noticias.

Pois se fazemos parte do problema, também podemos fazer parte da Solução

Se não fizermos parte, nada mais poderemos fazer do que suportá-lo.

Se fizermos parte do problema (e tivermos a capacidade de o admitir), não estaremos completamente à mercê de Forças Invisíveis.

forças invisiveis

 

E isto aplica se às ocorrências físicas em parceria com as ações humanas. Já no que respeita às revoltas geopolíticas da Humanidade, somos a causa absoluta.

Mais ou menos. É verdade que as catástrofes políticas não são provocadas pela natureza, mas resultam da Natureza humana. Fator igualmente incontrolável.

Será verdade? Os seres humanos “são como são”, com determinadas propensões tão “inculcadas” que nada podem fazer em relação à sua natureza mais violenta, competitiva e orientada em prol da sobrevivência?

Isso não foi já provado? Tem assistido a grandes Mudanças na natureza humana?

Bom, julgo que se trata de algo que estamos prestes a decidir. Quer dizer, o coletivo a que chamamos Humanidade.

Estamos prestes a decidir- e a anunciar essa decisão pelos nossos pensamentos, palavras e ações – a verdade acerca de nós próprios e da nossa natureza.

Também estamos prestes a decidir se estamos preparados e dispostos a mudar o que efetivamente  se tem provado como verdadeiro acerca da nossa natureza, devido à imaturidade da nossa espécie em épocas anteriores.

É esta escolha que se tornará na afirmação de amanhã: esta demonstração tornar-se- à no nosso novo manifesto.

Para mim é perfeitamente claro: não é possível seguir em frente e fazer avançar o nosso próprio processo evolutivo como espécie se assumirmos comportamentos do passado.

Os seres Humanos são mais do que observadores passivos no desenrolar da vida

Corre atrás dos teus sonhos
Corre atrás dos teus sonhos

É como proclamava memoravelmente a personagem de banda desenhada Pogo, criada pelo falecido Walt Kelly: “Encontramos o inimigo, que somos”.

No entanto, se a maioria continuar a insistir  que o que tem de mudar é imutável – que a natureza básica da nossa espécie é simplesmente aquilo que é e que não há como alterá-la – decerto estamos condenados.

Nada mais podemos fazer do que fugir a sete pés, armazenar mantimentos e escondermos-nos sobrevivendo o melhor possível enquanto o mundo se desmorona à nossa volta.

Por outro lado, se renunciarmos à doutrina da Impossibilidade, se rejeitarmos a nossão da nossa impotência, se abandonarmos o pensamento de que não temos controlo algum sobre o nosso comportamento devido à nossa natureza, abre se um NOVO FUTURO.

Vitimas ou Criadores

O primeiro passo é aceitar uma verdade ainda mais imponente acerca do papel que desempenhamos atualmente e que já desempenhámos.

Mesmo em relação às condições geofísicas e acontecimentos no nosso Planeta (sobre os quais, à primeira vista, podemos pensar que não exercemos qualquer controlo), temos de decidir que temos um papel de colaboração a desempenhar na forma como ocorrem e nos afetam.

[fancy_box id=2]

A calamidade japonesa de 2011 é um exemplo notável. Ainda que afirmemmos que não tivemos papel algum de longo alcance no terramoto e tsunami (uma posição que eu, pessoalmente, não estou preparado para aceitar), não há uma única pessoa entre nós que possa negar que a humanidade teve efetivamente um papel na catástrofe nuclear que se seguiu – e que pode desempenhar um papel crucial para que se evitem tais desastres no futuro.

[/fancy_box]

Há quem entenda tudo isto na perfeição….

[fancy_box id=2]

A 30 de Maio de 2011, a Alemanha anunciou a intenção de abandonar por completo o recurso à energia nuclear num prazo de 11 anos.

O Governo afirmou que oito das dezassete centrais nucleares, encerradas temporariamente, continuarão encerradas de forma permanente.

As nove restantes serão encerradas até 2022.

[/fancy_box]

Este é um exemplo flagrante de um mundo que está a despertar. Começamos a entender e a reconhecer o papel que nós próprios temos desempenhado na criação da tempestade antes da bonaça.

Começamos a tomar posição – não apenas a compreender, mas a tomar uma posição.

[fancy_box id=6]

PONTOS FULCRAIS:

  • Não somos as vitimas, somos, pelo menos, parte do problema.
  • Não podemos avançar com os comportamentos do passado.
  • Não temos de arcar com a culpa, temos de assumir o controlo

A FAZER:

  • Altere as crenças que possa ter de que é um mero “espectador” na forma como a vida está a decorrer na Terra.
  • Renuncie à Doutrina da Impossibilidade.

[/fancy_box]

Espero que estejas a sentir dentro de Ti o despertar para uma nova ERA, onde SOMOS muito mais do que meros “espectadores”.

Vemos nos amanhã, com a 5ªConversa:

A Atitude mais ousada da Humanidade

Incentivo te a comentares aqui abaixo tudo o que te vai na alma, o que achas te desta conversa? Concordas, discordas?

 

 

 

 

 

DESAFIO de 28 dias a blogar em “A Mudança está DENTRO de SI”

DESAFIO de 28 dias a blogar em “A Mudança está DENTRO de SI”

Como é Possivél Que Toda a Gente no Mundo Aspire ao mesmo – Paz, Felicidade, segurança e amor – E Seja Tão Difícil Alcançá-lo?

Neale Donald Walsh
Neale Donald Walsh

Vou apresentar te ao autor do Livro que me fez iniciar o Desafio de 28 dias a blogar nas conversas práticas deste Livro que serve para descobrirmos quem somos, qual o nosso papel aqui na humanidade e torna se interessante quando participas, e fazes os exercicios sugeridos, pois começas a ver a Transformação na tua pessoa

Neale Donald Walsch  é um escritor norte-americano da Nova Era e autor da série de livros Conversas com Deus

Nascido em Milwaukee, cresceu em uma família católica romana, que o incentivou em sua busca da verdade espiritual.

A mãe foi a sua primeira mentora. Foi ela quem o ensinou a não ter medo de Deus.

Quando era pequeno, a crença da mãe o intrigava, já que ela nunca ia à igreja.

Curioso, Walsch perguntou como era possível ter fé sem frequentar um templo.

A resposta iria influenciá-lo profundamente: “Não preciso ir até uma igreja para encontrar com Deus. Ele está dentro de mim e está comigo aonde quer que eu vá.”

Curioso desde menino e sempre interessado nas questões de Deus, Walsch começou a estudar religiões ocidentais e orientais aos quinze anos e não parou mais. Ele estudou a Bíblia, o Rig Veda e os Upanishads. Posteriormente, abandonou os estudos universitários e foi trabalhar numa rádio, onde fez carreira como locutor e chegou ao cargo de editor.

Criou uma empresa de relações públicas e de marketing. Depois de alguns anos mudou-se para o Oregon, onde foi vítima de um grave acidente de carro que o deixou com o pescoço partido e por pouco não tirou a sua vida.

Depois de um ano de reabilitação, do fim de seu casamento e de suas perspectivas profissionais, Walsch viu-se desempregado. Sem poder pagar a renda do pequeno apartamento em que morava, passou a viver nas ruas, catando latas para sobreviver.

Alguns meses mais tarde, acabou arranjando um modesto emprego numa rádio, mas a sua vida continuava sem sentido.

Numa madrugada de 1992, deprimido, ele escreveu uma carta para Deus, onde perguntava ao Criador o que fazer para a vida dar certo.

Segundo Walsh, ouviu uma voz respondendo essa e outras questões, que mais tarde se transformaram na série “Conversas com Deus”. Eu descobri o conversas com DEus em 2010, através do mestre que me iniciou no reiki, confesso que achei muito à frente e interessante, mas meio surreal… Mas comecei a pensar de outra forma depois que o Li.

Os seus livros, são inspirados por Deus e podem ajudar pessoas a se relacionarem com a Divindade numa “perspectiva moderna”.

Constrói a Vida Que Tu Queres, utilizando os Recursos da Era Digital

Neale é autor bestseller do New York Times, as suas obras são traduzidas para 37 línguas e vendeu mais de 7 milhões de Livros por todo o mundo.

Fundou a ReCreation, uma organização não lucrativa de eventos com vista ao desenvolvimento pessoal e espiritual, a Conversations with God Foundation e o movimento Humanity’s Team, cujo objetivo fulcral é criar uma nova forma de espiritualidade na terra.

Estando eu neste momento no meu processo de EVOLUÇÃO ESPIRITUAL, este livro veio mesmo a calhar (lei da atração) 

Poder desafiar me e Desafiar te a TI também , a participares nesta Aventura LOUCA, que te vai levar ao encontro de quem realmente és, e que talvez TUDO o que sempre ACREDITAS TE pode não ser Verdade, mas não faz mal, vais passar a ACREDITAR em algo mais GRANDIOSO, em TI.

Se te envolveres vais Adorar ver a Transformação que vais ter na tua pessoa e na tua Vida, vais descobrir as Capacidades e competências que tens e talvez não saibas!

No final deste desafio, vamos ser duas pessoas completamente Renovadas… Garanto te!

Vê o Video que fiz esta manhã para Ti, quando decidi que tenho de partilhar estas conversas, para o MEU e o TEU Desenvolvimento pessoal, mental e espiritual.

Então? estás pronta(o) para o desafio!?

Eu estou mesmo muito ENTUSIASMADA, e deixo já ficar a primeira conversa de amanhã…

Acabar com o MEDO, Começar a Aventura….

O  mundo está a Mudar e não é o que Parece.

1ªConversa

PODEMOS FALAR?

Se sentires podes comentar abaixo e se vais participar ou não deste GRANDE  Desafio.

Até amanhã.

Sandra

 

 

 

 

Quando tens um MOTIVO Fica Muito Mais FÁCIL!

Quando tens um MOTIVO Fica Muito Mais FÁCIL!

Qual é o MOTIVO Que Te Faz Levantar Da Cama Para Mais Um Dia de Vida?

Minhas estrelinhas
Minhas estrelinhas! O meu Real MOTIVO

Consegues Imaginar te a Acordar Todos os Dias MOTIVADA Para Mais Um Dia de Trabalho!?

São muitas as pessoas que INFELIZMENTE quando se levantam da cama, já estão tão desanimadas com aquele mesmo trabalho de sempre, que além de receber um ordenado miserável, não podem expandir a mente.

Tem de se sujeitar as regras do patrão e no final, parte do TEMPO/DINHEIRO é gasto em transportes, ou no transito, em vez de estarem com quem mais amam, a fazerem aquilo que MELHOR sabem.

Eu cresci sem a presença da minha mãe fisicamente,  pois ela sempre trabalhou o dia todo, nunca me lembro de ter recebido um abraço, nem um colinho, mas muitos gritos pois tinha um comportamento dificil, e lembro me de prometer a mim mesma que quando fosse Mãe, ía ser uma mãe muito mais presente e carinhosa.

Hoje sei que o MOTIVO da minha mãe era dar nos de comer, vestir, estudar e que fossemos bem educadas com os outros!

As mães só pensam que precisam de Dinheiro para Satisfazer as necessidades básicas dos seus entes queridos, esquecendo se que o que queremos (falando como criança) é miminho, diálogo, muito Amor e PACIÊNCIA, não é?

Tive falta de tudo disto tudo durante muitos anos.

bannercorreiodoblog-tnprt-131

 

Muitas são mães que dizem que fazem tudo para darem o Melhor para os filhos. Será?

Eu posso dizer te como filha, que queria muito mais que a minha mãe estivesse em casa comigo e com as minhas irmãs do que estivesse a trabalhar o dia todo, chegasse às 19h em casa, ainda vinha fazer o jantar e “despachar” as miúdas, ouvi esta expressão muitas vezes, e não foi só da minha mãe!

Também tu já a deves ter dito muitas vezes, quando chegas a casa completamente de rastos, onde trabalhas te que nem uma escrava, e no final do dia nem um ««BOM TRABALHO»» e os teus filhos querem a tua atenção e tu queres é despachar te, tomar o teu banho, para ires ver a tua novela, quentinha no sofá, e não tens paciência, nem queres ser interrompida

Não podes perder por nada, não é?

Somos escravos dos nossos patrões e da televisão que teima em passar cada vez mais noticias sobre a crise, os corruptos e as guerras, porque é o que vende, e tu não podes fazer NADA.

Somos formatados a acreditar que fomos feitos para servi-los e para aceitarmos os sistemas tais quais como são! Mas não é verdade.

Utilizamos a televisão como recurso/motivo para nos distrair dos nossos problemas e mergulhar na vida dos atores, e enquanto ali estás, sentes te “bem” por estares a viver os dilemas das vidas dos outros!

[fancy_box id=2]

Então e a tua Vida, e os teus dilemas?

  • Quando é que vais começar a procurar uma SOLUÇÃO para os teus PROBLEMAS?
  • Quando é que vais arranjar um MOTIVO, para criares CORAGEM e saires da tua zona de conforto?

[/fancy_box]

O que fazes com o pouco tempo que tens livre?  Podias estar a contar uma história aos teus filhos, a fazer um jogo de montagem, a mimar só porque te apetece, mas talvez não, talvez estejas a ver a tua novela, ou a fazer outra coisa qualquer que não envolve quem dizes que mais AMAS!

Já vi esse filme, em muitas familias e em mim, antes de me desligar da televisão, e começar a “limpeza tóxica da mente”!

Não faz mal nenhum, por isso temos a LIBERDADE de poder escolher onde queremos gastar o nosso Precioso TEMPO.

Não  vou ser hipócrita e dizer que todos os dias tenho a mesma disposição, paciência e estou disponivel para os meus filhos, mas a maioria SIM, estou, e adoro estar! São a minha MOTIVAÇÃO.

Os nossos filhos não entendem a Importância que damos ao DINHEIRO
Os nossos filhos não entendem a Importância que damos ao DINHEIRO

 

Eu já fui bem viciada em televisão, é preciso que saibas por isso quando oiço dizerem:

– Ai não, as novelas são a minha companhia! Não me consigo ver sem as minhas novelas, é o unico TEMPO que tenho para mim!

Então e os teus filhos?

O que estão a fazer? Tens a certeza que fazes tudo por eles?

Porque não estás aproveitar o teu pouco TEMPO para conversar um bocadinho com eles, fazer um jogo, saber o que gosta mais de fazer, o que aprendeu hoje no seu dia, qualquer coisa onde tenham de interagir um com o outro, a conhecerem se melhor!

Se conheceres bem os teus filhos vais conseguir orienta los muito melhor, pois vão confiar em TI e sempre que tiverem um problema vão querer partilhar contigo, concordas? Esse é o meu desejo quando me dedico a participar na vida dos meus filhos

O Meu Primeiro MOTIVO, aquele que me fez começar a desenvolver este Negócio a partir de casa, foi sem dúvida Realizar me Profissionalmente sem voltar a ter um Patrão Explorador!

Nâo sei trabalhar com pessoas limitadas
Nâo sei trabalhar com pessoas que me limitam

Hoje após oito meses a Desenvolver este Projeto, O Meu Grande MOTIVO é Passar Mais Tempo de Qualidade com a minha Familia, deixar um legado e continuar a ajudar outras pessoas que se juntam todos os dias a nós.

Voltar a ter Patrão, só mesmo em ultimo caso, pois os dois últimos trabalhos que tive provaram me que não nasci para ter patrão, pelo menos não um patrão como os que tive, cheios de regras mas muito pouco de exemplos!

Números! É assim que a maioria dos patrões olham para nós, nas empresas, e nos empregos tradicionais! Exigem tanto e reconhecem tão pouco, é não é?

 

[fancy_box id=5]

Foi preciso uma MUDANÇA bem radical da minha parte, mudar de mente de empregada para mente de empreendedora, foi um processo intenso, um pouco doloroso, cheio de erros e tropeços, de muito Crescimento e desenvolvimento pessoal e muito GRATIFICANTE…. Que continua…

[/fancy_box]

Vou contar te aqui uma história que mostra bem  o que somos capazes de Fazer quando temos um MOTIVO forte.

Quando não há uma razão forte para se fazer alguma coisa, toda as pessoas desistem às primeiras dificuldades. A “motivação” vem do “motivo”.

A  Paula sobrevivia com 150 euros por mês. Tinha tido uma empresa, faliu, arranjou um emprego, penhoraram-lhe o salário e ainda tinha mais dívidas para pagar com o que restava depois da penhora. Resultado: ficava com 150 por mês para viver.

 

Achas que a vida dela era fácil? Claro que não. Achas que ela tinha um motivo forte para mudar? Claro que sim e ela tentou. tentou mudar durante algum tempo procurando ganhar dinheiro na Internet, mas não conseguia.

 

Chegou um mês de Novembro e o seu pai faleceu. Tinha sido a sua força e o seu amparo emocional e agora tinha partido. 2 semanas depois perdeu o emprego e foi mandada para fora de casa pelo namorado com quem vivia.

 

Nessa altura já os 150 euros por mês pareciam uma fortuna, agora que se viu sem emprego, sem dinheiro, sem pai e sem um tecto.

 

Quando chegou a esse ponto, algumas pessoas poderiam deixar-se ir abaixo. Todas as lutas de anos e anos, tinham-na levado aquela situação. Mal podia acreditar.

 

Nesse mesmo dia, em que perdeu o emprego e foi posta na rua, ligou ao Rui Gabriel nosso mestre e fundador da Comunidade da Tribo a dizer:

 

– Rui, perdi o meu emprego que me levava 8 horas por dia por um salário miserável,  o meu namorado pôs-me na rua porque eu lhe disse que não queria nunca mais nenhum emprego e queria ser livre, e agora, imagina: estou livre para fazer tudo o que eu quero!

 

Ele respondeu: 

 

– Yesss! Parabéns, vamos ao trabalho.

 

Parecíam 2 anormais a festejar no meio do caos e da tragédia, mas a verdade é que nunca a Paula tinha tido um motivo mais forte para ter sucesso. Sem plano B, a sua ideia tinha de ser mesmo transformada em dinheiroE foi.

 

Três curtos anos depois a Paula é uma líder de referência no Internet Marketing e faz parte do grupo do Conselho de Líderes dos Lazy Millionaires (que reúne o top 7 do mundo) e ganha mais num dia do que ganhava num ano, quando vivia “confortavelmente desconfortável” no apartamento com o namorado e 150 euros por mês.

 

Também Jim Rohn conta que um dia foram umas escuteiras a sua casa para vender bolinhos por 2 dólares.

Ele não tinha 2 dólares para comprar os bolinhos e desculpou-se dizendo que já tinha muitos bolinhos em casa e não precisava de mais.

A constatação de que não tinha 2 dólares foi tão frustrante para ele que tomou a decisão de ficar rico.

E, poucos anos depois era um homem rico.

Um MOTIVO tem sempre uma ligação emocional muito forte contigo. Pode ser a família, ou os filhos, ou uma causa, ou um desejo. Mas tem sempre uma carga emocional muito forte.

Quando pensas no teu Motivo, emocionas-te, quando falas dele as lágrimas vêm-te aos olhos.

Este é o motivo que precisas e que nunca te irá deixar faltar a energia mesmo diante das dificuldades, ou dos desafios ou mesmo dos fracassos.

Quando mais difícil. mais força tu arranjas. Não sabes o que é estar desmotivado, mesmo que conheças bem o que é a frustração e o fracasso, porque tens um motivo que está sempre na tua mente e te dá paixão para achar soluções e produzir resultados.

Gostava muito de saber qual é o teu Motivo/Motivação!

Não tens um MOTIVO que te coloque sempre Entusiasmada?

Gostavas de ter?

Vê este VIDEO meio estranho que fiz no parque com um dos meus MOTIVOS. Acredita mais em TI.

A tua opinião é muito Importante para mim, partilha aqui em baixo o que pensas sobre o assunto, manda me um email: s.galao74@gmail.com  ou entra em contato comigo no Skype: sandra.galao

Faz dos teus dias, dias de Motivação e Vive Uma VIDA EXTRAORDINÁRIA, porque TU mereces.

Sandra Galão

 

 

 

 

 

 

Também Acreditas que o Karma é Uma Coisa Má?

Também Acreditas que o Karma é Uma Coisa Má?

Também Acreditas Que o KARMA é uma Coisa Má?

Vou partilhar contigo aqui o que aprendi sobre o Karma quando fiz o meu 2º Nível de Reiki, e com toda a certeza se entenderes esta Lei vais começar a entender porque atrais tantas coisas que queres e que não queres para a tua vida.

E assim que decidires,  podes reverter essa situação. E os milagres acontecem.

Minhas estrelinhas
Minhas estrelinhas

E agora, já que aqui estás:

Pensa (se fosse eu escrevia, mas fica a tua vontade) nos talentos com que nasces te e nas coisas boas que te aconteceram na tua Vida?

Agora pensa nas Limitações que têm surgido no teu caminho.

Ambos têm a ver com  o teu Karma.

O Karma diz-nos simplesmente que o que nos acontece no presente é o resultado de causas que nós próprios pusemos em movimento no passado – há dez minutos ou há dez vidas atrás.

Todos nós crescemos a aprender sobre o Karma.

Na essência, O Karma diz-nos que o quer que façamos voltará, em circulo, para a nossa porta, em qualquer momento, em qualquer Lugar.

O Karma e a reencarnação andam de mãos dadas.

Enquanto Karma significa contabilidade e pagamento, reencarnação é, simplesmente outra palavra para Oportunidade.

A reencarnação proporciona nos outra Oportunidade de Resolvermos as dívidas kármicas que contraímos com os outros e de recolhermos as bençãos que enviámos.

O Karma e a reencarnação também nos ajudam a encontrar um sentido para as perguntas importantes da Vida:

Livre arbitrio. O poder da escolha
Livre arbitrio. O poder da escolha é só teu

[fancy_box id=1]

Porquê Eu?

Porque não Eu?

Porque é que o meu filho/filha nasceu com esta ou aquela doença, quando os irmãos e as irmãs são saudaveis?

Porque é que eu tenho sido abençoado com promoção atrás de promoção, enquanto o meu irmão não consegue aguentar se no emprego – apesar de ambos termos tido as mesmas oportunidades de progredir?

Porquê que todos os meus relacionamentos se transformam numa luta de tração – porquê que eu não posso viver com ele e não consigo viver sem ele?

Porquê que, quando acabo de conseguir o emprego que andei atrás durante um ano, tenho de sair da cidade para tomar conta dos meus pais doentes.

Porque sobrevivi a um acidente de automóvel, em que morreram todos os meus amigos que iam no carro?

[/fancy_box]

A vida está cheia de paradoxos e perguntas como estas.

Como um mestre Zen dizia:

«Cada paradoxo foi concebido para nos fazer mergulhar mais fundo, entrar em contacto com o conhecimento da nossa alma interior e resolver o enigma Kármico».

A palavra sânscrita Karma significa «ato», «ação», «palavra» ou «feito».

A Lei do Karma é a Lei do AMOR

diz sim a vida

 

Não há maior amor do que ter a Oportunidade de compreender as consequências da nossa ação – ou da nossa inação – para que a nossa alma possa progredir.

O Karma ensina nos a amar, como nenhum outro processo consegue fazê-lo.

Ele dá-nos ESPERANÇA.

O que quer que sejamos ou não sejamos, podemos MUDÁ-LO.

Também isto é a natureza do Karma.

Isto acontece porque o Karma não é Destino

O Karma pode ajudar nos a compreender como chegámos aonde nos encontramos 

– As circunstâncias da nossa vida, os acontecimentos que tomam forma à nossa volta, as pessoas que parecemos atrair.

Mas não nos diz como iremos responder a essas circunstâncias, acontecimentos e pessoas.

Isso está inteiramente nas nossas mãos e é isso que determina o nosso destino

Podemos exercer o nosso livre-arbítrio para o transformar.

Os únicos limites ao nosso progresso são os que nós próprios estabelecemos.

Imagina que o nosso Karma determina uma morte precoce?

– É possível, por exemplo, conseguir um prolongamento da vida por uma Mudança no Coração.

Quando servimos a vida de todo o coração, a vida ser-nos-á dada de volta.

Nada é definitivo até que nós o tornemos definitivo e nada é predestinado até que nós o tornemos o nosso destino.

A maior armadilha é a tentação de evitar o nosso Karma.

Vida após vida podemos tropeçar num determinado desafio, mas, como não percebemos que se trata de uma oportunidade disfarçada, corremos na direção oposta para evitar o confronto Kármico.

nick-vujicic

Ou então, reagimos do mesmo modo como reagimos da primeira vez com que nos deparamos com o Karma – com raiva, impaciência ou criticismo – o que faz com que fiquemos ainda mais enredados.

Quando começamos a ver as coisas da perspectiva do Karma, compreendemos que, a menos que abracemos os testes Kármicos que nos aparecem:

– o «ato»,

– «ação»,

– «palavra» ou «feito», tornar-se-ão cíclicos-

Mas uma coisa é certa: somos nós que escolhemos como reagir ao que nos acontece.

Nós decidimos como agir perante o que a Vida nos apresenta.

A palavra “Karma” é frequentemente utilizada como uma espécie de sinónimo de “castigo”, mas felizmente há cada vez maior consciência sobre o seu verdadeiro significado. 

– tendendo a reencarnarmos com as mesmas pessoas ou nas mesmas circunstâncias, até nos decidirmos a passar nos testes.

Nem sempre tive esta opinião que aqui partilho contigo.

Nunca tinha sequer pesquisado sobre o tema Karma, pois acredito na lei da atração, lol

Mas fez me todo o sentido, pelo processo que tenho vinda a percorrer.

Tinha muitas amigas que diziam muitas vezes, dou te uns exemplos:

-Eu só atraio bebâdos, e homens com vicios!

outra dizia:

– Não vês que já é a terceira vez que me deixo enganar, pelos malandros!

Entre tantas outras.

E eu ria me e dizia lhes que era porque elas pensavam assim, pois eu sempre acreditei na Lei da atração

e sempre consegui atrair para a minha vida muito mais do que sempre sonhei!

Brincava e dizia-lhes:

– Vê o meu exemplo! 

– Parece tão fácil, quando falas.

– E é, respondia, só que requer treino, dedicação, mas quando descobres como se faz:

Agora, tenho atraido até o que nunca sonhei!

Todos Podemos Ser Livres
Todos Podemos Ser Livres

Só para te resumir:

A lei do Karma é a Lei do Amor, tudo o que deres vai voltar para ti, há quem acredite que em dobro.

Não deixes de aproveitar todas as mensagens que vais recebendo, e todos os sinais que te mostram qual o caminho que deves percorrer, trata os outros como gostarias de ser tratado e encontra te

As aparências iludem, e por vezes aquilo que te pode parecer ser o fim do Mundo, é antes o inicio de uma nova Era; Não é a morte da Sociedade Moderna, mas o nascimento de uma Nova Civilização, que tu podes ou não fazer parte.

Tu é que escolhes de que lado queres estar e as escolhas que deves de fazer.

Não ignores é a Mudança que precisa ser feita.

Não reajas às mesmas situações da mesma forma que sempre reagiste e já sabes que não resulta.

Quer tu aches que tens razão, quer aches que não, TENS SEMPRE RAZÃO, sabias?

Se não gostas do que andas a receber, repara no que andas a dar!

E porque tu mereces, aprende a utilizar o Karma em teu beneficio, e Sê FELIZ e LIVRE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cuidado com o que andas a SEMEAR!

Cuidado com o que andas a SEMEAR!

Deus é Tão Generoso Que Te dá a LIBERDADE Para Plantares o que Quiseres! Ele é Tão Justo Que Colhes Exatamente Aquilo Que Plantas te!

Sabes disto, não sabes?

Vou contar te aqui a história do agricultor e da agricultora que já ouvi algumas vezes contada em formação e nos eventos, pelo meu mestre Rui Gabriel, o Fundador da Comunidade da Tribo.

Ele sempre que conta esta história é sempre para dizer que é preciso Semear, Cuidar e Colher  o nosso negócio e que a maioria normalmente esquece de Cuidar.

Querem ter logo os resultados(colher) sem passar pelo processo de Cuidar, para depois escolher.

sem desenvolvimento não ha crescimento
Semeia e cuida o que desejas para a tua vida.

 

Confesso te que não entendo muito, nada de agricultura, hehehe, aqui no caso sou mesmo consumidora, mas depois de ouvir esta história e aprender algumas coisas,  fiquei contente por saber que tudo o que tenho vindo a semear na minha Vida tem sido cuidado com Amor, com exceção da idade do armário bem atribulada onde nem sequer sabia, nem queria saber de semear nada…

Presta Atenção a história do agricultor e da agricultora e tira a mensagem:

O agricultor saía de manhã para ir semear… plantar, não é semear, é plantar as batatas. Ok? Para plantar as batatas.

E então lá ia, plantou as batatas, e chegou à noite a casa muito cansado, fartou-se de trabalhar e a mulher dele perguntou-lhe: – ”Então, as batatas?”

E ele: ”Eu fui semeá-las.”

– ”Então, mas não trazes batatas?”

– ”Não, fui semeá-las.”

E a mulher ficou desiludida e ele também, porque, fogo, pensava que ele ia para o campo, semeava as batatas e trazia batatas, afinal não trouxe batatas. Passado uns dias ele saiu de novo e as batatas tinham rebentado, já tinham umas folhinhas, e ele andou lá a tirar ervas, passou o dia inteiro a trabalhar, e a regar, e a ver se estava tudo bem.

E quando chegou à noite a casa, a mulher perguntou-lhe: ”Então e as batatas?”

E ele disse: ”Não, não trago batatas.”

Não havia batatas para trazer. E ele, no dia seguinte voltou de novo, e veio a geada e ele teve de cobrir as batatas… as plantas, para não serem queimadas pela geada, e depois veio o calor e o sol e teve de cobrir as plantas do sol e regar, e tirar as ervas, e sempre que ele chagava a casa, com tanto trabalho e com tanto esforço, a mulher perguntava: ” Então, trazes batatas?” e ele não trazia batatas. Não era o tempo. 

E quando chegou a hora de trazer as batatas, depois do tempo todo que ele esteve a trabalhar consistentemente, e nunca abandonou o batatal mesmo quando parecia que estava perdido, e veio a geada e queimou-lhe metade, e depois veio o sol e queimou-lhe um terço, e no meio dessas dificuldades todas ele tinha semeado um balde de batatas e trouxe 20 sacos de batatas. Podia ter trazido 100, mas só trouxe 20.

E a mulher disse-lhe: ”Podias ter trazido 100, e só trouxeste 20!”

E ele diz: ”Mas eu só levei um balde e trouxe 20 sacos.”

E desses 20 sacos e tirou 1 saco, fica para a semente, e come o resto. E desses 20 sacos produz 100, e nunca mais acaba porque ele aprendeu a mecânica, ele sabe como é que funciona, sabe que tem que começar a trabalhar e dar tempo para as coisas amadurecerem para produzir o seu resultado.

Sabes porquê? Porque ele não estava preocupado com as batatas, se elas vinham ou não. Ele estava preocupado no processo, em cuidar delas.

E há pessoas que dizem assim: “Para colher é preciso semear.’

É verdade, mas esquecem-se de que, para colher, é preciso cuidar. Cuidar.

Da agricultura é um assunto que entendo muito pouco, como te disse .  Só há coisa de um mês vi pela primeira vez uma plantação de batatas (a da foto).

Achei linda e lembrei me desta história e de a partilhar contigo. A pessoa que Cuida desta plantação percebe muito de agricultura,  e gosta.

Semeia para depois colheres
Semeia para depois colheres

 

Já reparas te o que andas a plantar na tua vida?

E cuidas do que plantas?  Quem Ama Cuida

Oiço muitas pessoas queixarem se da Vida, e  a culparem Deus e o Mundo pela vida miserável que tem!

Escuta esta história e retira a mensagem:

[fancy_box id=6]

Esta semana encontrei o “Carlos” que há um mês atrás, me disse que este era o seu ano,  estava animado e queria mudar de Vida, mas não consegue sair da Depressão Estupida que tem há alguns anos, bem visivel na sua expressão e na forma de falar!

Estive 15 minutos com ele e posso dizer te que ele disse umas 20 vezes: é tão complicado, Sandra, em vários contextos.

Ao que lhe respondi que para conseguir sair daquela depressão estupida tem de agir, tem de sair da zona de conforto, confortavelmente desconfortável, tem de começar a semear a vida que deseja no futuro, mas mesmo que ele não o faça de livre vontade, o Universo vai tratar de “ajudá-lo”.

Tive de me vir embora, pois já estava a ficar afetada com a conversa dele, de alguém que está no fundo do poço, sabe o que tem de fazer, não faz, e tudo serve de desculpa para não fazer… desculpem, mas não entendo as depressões nem as pessoas que se queixam muito.

Ou seja,

Não o posso Ajudar. É uma pessoa que decidiu durante muito tempo semear a culpa, o pessimismo, a falta de crença em si mesmo,

Não se pode dar ajuda a quem não quer ser ajudado, demorei muito tempo a entender isto, e desgastava me vezes sem conta querendo Mudar pessoas que não o queriam fazer.

– Opa Sandra é tão complicado… repetia ele, sempre que precisava argumentar o que não tinha argumentos.

Sei que dei o meu melhor, mas como ele mesmo diz:

Ainda não estou preparado, é muito complicado…!

E eu respondi:

– Quando estiveres preparado e tomares a decisão, estou aqui para te ajudar no que puder, lembrando te sempre que cada dia que adias essa decisão, é menos um dia que tens para colocares a primeira semente da Vida que queres.

[/fancy_box]

Só tu podes decidir sair dessa depressão estúpida
Só tu podes decidir sair dessa depressão estúpida

 

Hoje em dia só semeio na minha mente e na minha vida coisas que me fazem crescer e evoluir;

Só me deixo envolver com pessoas que sei que posso ajudar, ou elas a mim.

Depois que descobri que atraimos o que pensamos , colhemos o que plantamos, tento aproveitar ao máximo para atrair os sonhos que tinha guardados na gaveta, e outros que nem tinha.

Colhemos o que semeamos sem duvida nenhuma.

Raramente deixo que me “entupam” com energias negativas sobre questões e situações as quais sei que não posso ser util.

Deixo sempre um desafio, e/ou sugestão, cabe à pessoa decidir fazer ou não, Eu? Só posso fazer  por mim.

Se queremos que a nossa vida Mude temos de começar primeiro a mudar nos a nós, não tem outro jeito, depois começar a semear a vida que queremos ter, e cuidar dela, não se deixar  levar pelo desespero e conseguir dar o Primeiro passo

Só tu podes tomar essa decisão
Só tu podes tomar essa decisão

COMO PODEMOS SEMEAR?

A única razão pela qual não alcançamos algo que desejamos é pelo facto de estarmos focados no que NÃO QUEREMOS ao invés de dedicarmos toda a nossa atenção e energia ao que efectivamente QUEREMOS!

Chama se a isso a Lei da atração.

Essa lei opera positiva e negativamente. Está tudo interligado. Observa como:

  1. Se plantarmos coisas boas, colheremos coisas boas
  2. Se plantarmos coisas ruins, colheremos coisas ruins;
  3. Tudo começa com uma semente.

 Podemos semear para o mal: Atitudes de derrota e sementes de medo;

Podemos semear palavras negativas na mente dos nossos filhos ou cônjuges.

Nossos filhos são uma tela em branco. Tu é que fazes a pintura. Presta atenção ao que pintas

O teu marido/mulher é uma tela já pintada, mas és responsável por APAGAR algumas coisas que lá estão e escrever outras por cima, tudo para que andem sempre lado a lado, no mesmo rumo.

Muitas pessoas sonham em ter um lar feliz, uma carreira de Sucesso, no entanto  preferem  semear tristeza e colher amargura, semear discórdia e colher solidão. Tu, só tu podes decidir o que realmente queres semear para a tua Vida, independentemente da situação dificil em que te encontras.

Constrói a Vida Que Tu Queres, utilizando os Recursos da Era Digital

E para finalizar, conto te aqui uma piada que li e me ri, pois  quando não sabemos o que andamos a semear, podemos colher qualquer coisa:

[fancy_box id=1]

Um homem da cidade que vive há uns meses na aldeia desabafa com um agricultor:

– Nada cresce aqui

– No entanto a terra do seu quintal parece boa.

– Nada de nada! Repete o citadino. – Nem mesmo um  rabanete?

– Muito me admira, que sementes Usou?

– Sementes?

[/fancy_box]

QUAL É O TEMPO DA COLHEITA?

Mesmo sem entender quase nada de agricultura aprendi algumas coisas:

Tu não colhes antes de plantar. Se tu estás a colher hoje é porque alguém antes já plantou para você.

O agricultor que quer uma colheita, primeiro planta a semente na terra.

A colheita vem depois, isso é claro.

Pode demorar algum tempo, mas certamente virá se não arrancarmos a semente, ou se a utilizarmos ;0D

Muitas pessoas querem colher imediatamente, mas há um tempo para todas as coisas, sei disso!

Muitas vezes agimos assim. Queremos colher no dia seguinte, senão ficamos irritados e destruímos a semente.

Devemos insistir em plantar a boa semente, aquela que tu queres colher, pois, no TEMPO CERTO, COLHEREMOS.

Cada ser humano recebe na proporção que planta e afirmo:

familia

–  Quanto mais tu  plantas, mais tu colhes.

– Se não gostas do que andas a colher vê o que andas a semear

Se um agricultor plantar uma única semente, ele terá uma árvore, mas se ele plantar milhares de sementes, ele terá uma colheita abundante, faz sentido?

Fica o desafio para ti:

Aprende o princípio de semear e colher e coloca-o em ação na tua vida ainda hoje.

Vais adorar começar a colher aquilo que sempre sonhaste.

Diverte te

Faz do teu dia um dia de boas sementes.

Sandra Galão

 

Se todos temos Defeitos, Qual é o teu?

Se todos temos Defeitos, Qual é o teu?

Como Podes Melhorar Senão Reconheces Os Teus Defeitos?

Já te aconteceu estarem a chamar te constantemente a atenção para este ou aquele defeito que tens e que deves Melhorar ou Mudar completamente, mas tu não concordas?

Com certeza que sim, acontece com todos.

Resolvi escrever  este artigo, pois há algum tempo que tenho perguntado algumas pessoas que gostavam muito de me apontar os meus defeitos e constatei que a maioria de nós, gosta muito de apontar o dedo aos outros, mas não tem noção nenhuma de quais são os seus próprios defeitos.

E senão sabemos, não os podemos melhorar, faz sentido?

Mesmo que não faça sentido para ti, é assim que funciona.

Não podes melhorar uma coisa que consideras normalmente uma qualidade, right?

Sabias que quando apontas o dedo a alguém, tens pelo menos três dedos a apontar para ti, porque será?

Nunca pesquisei sobre o assunto defeitos, mas tive muitooooooooooooo e nem sempre os reconheci.

Pelo contrário, houve uma altura na minha Vida, que achava que conseguia Mudar as pessoas e aqueles defeitos que via nelas, mas que na realidade também estavam em mim.

Alguém disse me isto e eu nunca mais me esqueci, e ainda hoje quando critico algo em alguém,

Ups, será?

Todos temos defeitos, é verdade.

Mas a triste Realidade é que a maioria de nós só vê os defeitos dos outros.

É mais fácil, não é?

Reconhecer que também tens defeitos, mesmo que só os vejas nos outros.

Faz um favor a ti mesmo(a), a próxima vez que te vires a criticar algo em alguém, para e pensa se esse defeito não é teu?

Ninguém Muda ninguém, isso é um facto, right?

bannercorreiodoblog

 

Desde que me iniciei no Reiki em 2010 e também na meditação, que comecei a tomar mais consciência dos meus defeitos e qualidades, e posso dizer te que havia um que me acompanhou a vida toda, que muitas vezes me chamavam a atenção e que eu não via como defeito, dizia que era expontanea e dizia tudo o que me ia na alma, como os malucos, sem me preocupar se ofendia, magoava, acompanhada com um tom de agressividade e arrogãncia

Eu na altura não via nada disso e respondia:

Sou sincera queres o quê?  Não sei dizer isto de outra maneira.

Sabes quando é que me apercebi dessa arrogância que teimava em achar uma Qualidade?

Quando tive o meu filho em 2012 e comecei a filmá-lo e apareço muitas vezes, a ralhar e argumentar mas sempre com um tom rude (tem haver com o ter crescido nesse meio, com a minha mãe sempre a gritar e a querer impor a sua vontade, durante parte da minha vida).

Não gostava nada do que via, e aquela não era eu, pelo contrário;

Aquela era a pessoa que eu costumava criticar nos outros, dona da verdade e arrogante.

Comecei a filmar me cada vez mais, a olhar mais para mim e para os meus defeitos e depois de ter feito o nivel II de  Reiki , e iniciado este novo projeto posso dizer te que continuo com alguns muitos, defeitos, mas todos os dias os tento melhorar;

Os defeitos que não são meus (gritos) digo em frente ao espelho a olhar no fundo dos meus olhos:

-“Eu consigo conversar sem me irritar ,nem gritar quando alguém não tem a mesma opinião que eu”

Digo isto muitas Vezes, e sinto que já me apercebo quando me estou a irritar com alguma coisa, e respiro Fundo e começo de novo.

Parece estranho mas torna se divertido, quando começas a descobrir que tens tantos defeitos, mas que não te pertencem.

Descobre quem tu és
Descobre quem tu és

 

Já estou melhor mas muito longe daquilo que sei que sou capaz e Vou melhorar.

Este defeito que conto acima, tem sido o mais complicado pois foram muitos anos com aquela máscara, a tentar proteger me sabe se lá bem do quê?

E agora com os meus filhos e os pontos de vista diferentes meus e do marido, tem me feito ver que preciso de treinar mais, pois quando dou por mim já estou a gritar ;oD

Era mesmo bruta a falar, achava que aquilo que eu acreditava tinha que ser válido para todos e argumentava com todas as minhas forças, quase a querer impor aquele meu acreditar…ahahahah

Que tolice não é?

[fancy_box id=6]

  • Eu acredito nos anjos e na evolução da alma e conheço milhares de pessoas que não.
  • Conheço pessoas que são céticas e só acreditam no que vêm.
  • Conheço Outras que acreditam que não são capazes de Mudar
  • E aquelas que não Querem Mudar
  • Outras que decidem Mudar  porque leram um artigo como este ou porque alguem lhes disse algo que lhes tocou.
  • Acredito que quando decidimos alguma coisa, é sempre no impulso

Todos temos Razão, sabias?

Só que por vezes é necessário libertarmos nos do que já não nos serve e não nos deixa avançar, por muito que nos custe.

[/fancy_box]

Hoje já não sou a mesma de ontem, pois aprendi que tenho primeiro que tudo de saber :

  • Quais são os meus defeitos?
  • Quais são os defeitos que tenho mas não são meus? (adquiriste pela educação, familia, sociedade, meio social…)
  • O que posso EU fazer para melhorá-los?

E tentar caminhar para aquilo que realmente Sou, todos os dias, um bocadinho.

Como diz na imagem deste artigo:

É muito melhor perceber um defeito em si mesmo,

do que dezenas no outro, pois o teu defeito TU PODES MUDAR.

Começa a Identificá-los e a melhorá los, um dia de  cada vez, vais ver como começas a viver mais em Harmonia contigo e com quem te Rodeia.

É uma sensação tão boa

A Mudança começa em ti, assim como começou em mim no dia que decidi que queria ser Eu na minha essência.

 

Muito grata por continuares ai, lembra te que podes sempre dar a tua opinião aqui mais abaixo.

Se preferires podes encontrar me, estou aqui para te ajudar no que precisares.

Sandra Galão

Skype: sandra.galao

 

 

 

Porque não paras de Saltitar de negócio em negócio?

Porque não paras de Saltitar de negócio em negócio?

Quem Vai Ser O Meu Próximo Sponsor? – Perguntou o Pedro, e respondeu logo a seguir…

-Claro está que será aquela pessoa que fez pelo menos 2 negócios em 2 anos, ou mais, porque terá a experiência suficiente para me ensinar tudo o que preciso saber para saltar de negócio em negócio no devido tempo. ehehehhe

Resolvi começar este artigo com esta pergunta que encontrei num post do facebook de um colega e amigo empreendedor Independente e dono de um restaurante para falar te porque motivo as pessoas ligadas aos negócios de Marketing Multinivel, não param de saltar de negócio em negócio!

Conheci o Pedro e o Marco (Manos Pires) em 2009 num evento da 1ª empresa que trabalhei em Multinivel, e fiquei fã dele (Pedro) , ainda hoje sou, mesmo que ele seja um dos saltitões da Industria do Marketing de Rede.

Nós seguimos Pessoas e Ideias.
Nós seguimos Pessoas e Ideias.

Ele era um dos lideres da companhia que tinha grandes resultados e soube mais tarde que fazia parte da equipa dele.

Quando eu entrei nesta industria, nunca tinha ouvido falar em Marketing de Rede, nem de Multinivel, nem sequer sabia que era possivel ganhar dinheiro desta forma.

Confesso te, achei um espetáculo, e muito fácil, do que entendi na primeira vez que ouvi a apresentação do negócio:

Numa sala de hotel, onde deveriam estar aproximadamente 25 pessoas e onde nem sequer pensei duas vezes, depois de ouvir o apresentador Rodrigues dizer que a maior parte do Sucesso depende de nós e das nossas atitudes, e que tinhamos de acreditar em nós, nos produtos e na empresa, nem sequer falei com o meu marido:

Assinei nessa noite o contrato como consultora Independente com uma empresa Americana chamada Euphony, que trabalhava em telecomunicações e estava sediada em 7 paises e tinha entrado em Portugal através da Optimus telecomunicações, com o objetivo de ajudar a Optimus a expandir os seus produtos, sendo que alguns desses produtos ja pertenciam à Operadora e outros foram concebidos pela Euphony para ajudar as pessoas a poupar na fatura do telefone e internet

O que precisava de Fazer Para Começar A Ganhar Dinheiro?

Mkt

Trazes três pessoas que queiram a tua oportunidade de negócio e que queiram poupar nas telecomunicações e basta que façam 5 serviços que normalmente fazia se na familia, e essas pessoas trazem outras  três que fazem 5 serviços, e por ai fora, e ganhas a tua Independencia Financeira, nunca mais te tens de preocupar com dinheiro.

Parece bem simples, não é? E é mesmo, falta lhe é as ferramentas certas.

Eu gostei muito do conceito e precisava urgentemente de fazer alguma coisa que gostasse já que na Fábrica dos meu sonhos isso já não era possivel, a Liberdade Financeira eu queria, mas não me canso de dizer:

[fancy_box id=1]

Prefiro fazer uma coisa que goste muito, e se tiver que ser, ganhar pouco, do que ganhar Muito, mas não ter o minimo de prazer naquilo que faço.
Aqui posso Fazer aquilo que Gosto e Ganhar Muito Dinheiro, So Cool
 
[/fancy_box]

Só dois dias depois fui a sede em Lisboa, buscar o material para trabalhar e pagar, e foi só ai que descobri que estava a comprar um Franchising, por 350 euros e que tinha que abrir atividade nas finanças era o meu negócio…Lol

Lembro me que me Senti muito Importante por ter o meu negócio próprio, mesmo sem saber muito bem o que era ter um negócio próprio, lol.

Para mim só o facto de poder Aprender uma coisa nova e poder expandir a minha mente, mesmo que tivesse de pagar apenas 350 euros já valiam a pena.

Nesta altura estava completamente de rastos e desmotivada e talvez até um pouco deprê com o trabalho sem futuro que tinha, pois além de ser  tratada como um numero, tinha passado para a lista negra, assim que declarei “guerra” a um sistema completamente errado e com procedimentos só para o Inglês ver, não tens ideia como aquilo me irritava na altura.

Quando inicias um novo projeto, tens de te adaptar às Mudanças, e fazer Muitas Mudanças.

Comecei a tentar entender tudo o que tinha para fazer e mesmo com  muitos erros graves de principiante e apesar da boa vontade do meu patrocinador, consegui entender o que tinha de fazer, mas percebi que me faltava disciplina e mente de empreendedora.

Vim a descobrir que o meu patrocinador sabia tanto como eu sobre Multinivel, ainda cheguei a ter uns conflitos com ele com a maneira que tratava as pessoas da sua equipa, a mim não que eu não lhe deixava.

Percebi que olhava para nós equipa apenas como $$$, pois quando alguém entrava no negócio e depois não fazia os cinco serviços e nem tentava arranjar outros consultores, dizia uma quantidade de disparates que não me atrevo a repetir aqui, mas que ainda me fizeram rir um pouco…

Ninguém ganha muito dinheiro só focado no Dinheiro, sabias?
Ninguém ganha muito dinheiro, só focado no Dinheiro, sabias?

 

Ao fim de alguns tempo, comecei a perceber que nem todos queriam esta Oportunidade Maravilhosa, do trás 3 que trazem mais 3, nem tão pouco a Liberdade Financeira ….

…E que os que queriam não estavam dispostos a ouvir tantos nãos

…Nem a investirem tempo em si, nem na sua vida que diziam ser miseraveis.

…Descobri Que não tinham tempo, mas passavam horas a olhar para a televisão, que só passa noticias que vendem (as más) e nos limitam

Os familiares são os primeiros a roubar nos os nossos sonhos e a não acreditarem em nós.

Os ditos lideres diziam que tinhamos de nos habituar aos nãos, que para começarmos a ganhar muito dinheiro primeiro tinhamos de ouvir muitos nãos… Marketing de perseguição

Decepcionou me um bocado e desapareci por algumas semanas, depois pensei, mas se eles tem resultados…

…Voltei e voltei a entusiasmar me e  fiz muita perseguição.

Faziamos formações e apresentações e eu estava presente em todas e num instante  comecei também a fazer algumas apresentações do negócio e formações de serviços para os novos consultores;

Quando Estás Motivada as coisas Acontecem

Mesmo não tendo nenhuns resultados financeiros visiveis, estava muito entusiasmada com todas aquelas novidades e sabia muito bem como funcionava o negócio e acreditava que os produtos ajudavam nos mesmo a poupar nas telecomunicações, oferecia a todas as pessoas que achava que podia poupar…

Ahahaha…a toda a gente que usava telecomunicações…

Fui a todos os eventos da empresa, onde no segundo subi ao palco e fui promovida a Senior Consultant, queria dizer que tinha 5 pessoas na minha equipa que tinham 5 serviços feitos e que tinham pelo menos um consultor ativo,

Rumo a Eecutive Consultant(Ec) Ajudar a equipa a tornar se SC
Rumo a Excutive Consultant(Ec) Ajudar a equipa a tornar se SC

e uns meses depois numa viagem ao Norte para trabalhar com a equipa que lá tinha, fui promovida a EC (executive Consultant), queria dizer que já tinha ajudado outras pessoas na equipa como SC, ainda assim gastava mais do que ganhava.

A dar o meu testemunho e a ser reconhecida como EC
A dar o meu testemunho e a ser reconhecida pelo Pedro Pires como EC

 

Fizemos formações de desenvolvimento pessoal e Conheci pessoas incriveis, aqui e de outros paises, com resultados fascinantes, umas bem interessantes, que partilharam histórias de vida Sensacionais e como aprendermos a atrair as coisas que queremos nas nossas vidas outras

Cada um agradece como sabe
Cada um agradece como sabe

Houve pessoas que dispensava bem ter conhecido, só mais tarde percebi porque as conheci?

 Quando nos Superamos a nós Mesmos

Cinco meses depois de ter entrado no projeto, fiz uma apresentação do negocio para uma sala com umas vinte e poucas pessoas, a minha primeira apresentação para pessoas que não conhecia de lado nenhum, mas que estavam à procura de uma Oportunidade de Mudar de Vida.

aprende uma nova profissao
Quando Acreditas no que Fazes e no que Vendes…

Estava um pouco Nervosa, mas Confiante.

Lembro me que a apresentação não demorou mais que 40 minutos e o nervosismo foi passando e a confiança aumentando…

No final fiquei muito feliz pois vi que muitos convidados assinaram nesse dia e outros que vieram dar me os parabéns pela excelente apresentação.

Sabes quando não estás à espera?

Soube me muito bem ouvir aqueles elogios de colegas e pessoas que nem conhecia,  deu me energia para conseguir arranjar mais consultores e fazer mais serviços ( eu fazia muitos serviços pessoais)…

Sabes o Que Acontece Quando Descobres que o Parceiro(agentes) se considera Concorrente e Não Presta um Bom Serviço?

Achava tão estranho estar a haver tanta demora na ativação dos serviços que colocávamos no mercado, que falei com o Pedro e que me disse que com ele não acontecia nada disso, ao que respondi:

[fancy_box id=6]

– Tu só tens estado a criar equipa, por isso nem te apercebes, mas eu e a minha equipa temos estado a tentar prestar um bom serviço e chegamos a estar a espera mais de 7 dias para ativar um serviço, quando não há trocas de equipamentos (pens de internet e telemoveis) e eu não sei trabalhar assim.

[/fancy_box]

Falou com o diretor que ficou de ver o que se passava, não sabia de nada!?!?!?

Os consultores começaram a desistir, desmotivados, e se eles desistem, nós não recebemos e temos de começar tudo outra vez…. Uma grande seca, concordas?

Vim a saber através de uma conhecida das telecomunicações (parceiro) que os agentes não olhavam para nós com bons olhos pois ganhavamos valores maiores nas comissões dos serviços e então colocavam os nossos contratos todos num folder que só era mexido quando havia uma reclamação.

Incrivél, não é?

Como se tivessemos culpa, e como se eles não tivessem opção…

Quando Gastas Mais do Que Ganhas?

Os meses foram passando e fui me apercebendo que este negócio não tinha nada de rentavél, era cansativo e eram sempre os mesmos a ganhar:

– Apesar do plano de compensação ser muito Bom (bom demais por isso Ruiu), a forma de atrair consultores e pessoas para vender os nossos serviços não eram nada produtivas, e sim muito dispendiosas.

Usávamos alguns recursos da internet, como publicidade paga, onde eu só dava o dinheiro e o Rodrigues fazia as campanhas, mas ainda cheguei a distribuir folhetos, muitos folhetos (não traziam resultados),  fiz Spam, muito Spam, através de listas de emails que comprei, eu achava que aquilo era tudo legal e normal nesta nova industria onde sei que há tanto para aprender.

O Medo do Telefone

Depois das pessoas mostrarem interesse pelo projecto ligava para elas, eu nunca tinha feito aquilo, mas ficava sempre muito nervosa quando o fazia, era o Medo da rejeição, dos tais Nãos que temos de nos habituar e que eu não me habituava…Lol

[fancy_box id=6]

Ligar para uma pessoa estranha, marcar um lugar para nos encontrar mos e sair a maioria das vezes com:

– NÃO é para mim,

Ou um NIM que é a mesma coisa que:

– Vou pensar, depois digo lhe alguma coisa e nunca diziam.

[/fancy_box]

Alguns respondiam e marcavamos um encontro num sitio publico, mas eram de tão Longe que esse era outro problema que na altura parecia não ter Solução;

Fazia o mas confesso que nunca Gostei
Fazia o mas confesso que nunca Gostei

Tenho a certeza que também tu deves ter Evitado muito o telefone, certo?

 

[fancy_box id=1]

Como vês, este sistema está também cheio de Gafes, que no inicio não conseguimos logo ver, quer dizer há quem ainda não tenha visto, por isso continua a saltitar de negócio em negócio e há outros que já viram mas continuam a sugar o dinheiro dos que ainda não viram. Não te deixes Enganar pelos “Entendidos” do Marketing

[/fancy_box]

 

Quando te colocas em situações perigosas?

Lembro me de ter ido uma vez a Coimbra (centro do Pais), sozinha, pois ia falar com quatro pessoas interessadas, ainda não fazia contas das despesas e dos ganhos, pois queria era aprender, e para isso tens de investir em ti

Sim eu disse interessadas (prospectos), e acabei por fazer duas apresentações de negócios, 1 hora 30 cada, uma delas no escritório do próprio, Sr Carlos, num local tão escuro que ainda hesitei por momentos se ia ou não, mas fui, mesmo não tendo entrado no negócio, sai de lá com mais conhecimento do que quando cheguei e partilhamos histórias hilariantes.

Ainda bem que Acredito nos Anjos da Guarda
Ainda bem que Confiei nos meus Anjos da Guarda

Só depois me apercebi o quão perigoso podia ter sido, a apresentação foi feita ao Sr Carlos (empresário na área Imobiliária), e estava o seu funcionário (25anos) que poderia tambem se interessar no projeto, mas eu não sabia até lá ter chegado.

Duas das pessoas falharam nesse dia e nem sequer se desculparam, simplesmente não apareceram, nem sequer atendiam o telefone,  se estas na industria, sabes do que falo, não é?

Só cheguei a casa nesse dia quase as 23h30 e gastei montes de dinheiro em gasolina, refeiçoes, tempo e nenhuma daquelas pessoas assinou, e o meu marido que nunca acreditou neste tipo de negocio andava pior que fulo comigo, mas eu na altura não conseguia ver isso, pois não queria voltar a ter um patrão (acabei por entrar em acordo com a Fábrica do sonhos)

Também outra situação em  que fui a um hotel na Costa da Caparica encontrar me com uma figura Caricata, o Senhor André, que foi ao meu Encontro mas ia com mais Medo do que Eu…

Confessou me que era a Primeira vez que o Fazia

Não podia ter tido outro Fim

Posso dizer te que a empresa durou pouco mais que dois anos,  e como senão bastasse, no fim também tive uns conflitos com o diretor da empresa por causa das comissões que ele só pagaria se eu escrevesse uma carta a pedir desculpa por ter feito recrutamento aos consultores da Euphony para a nova empresa de eletricidade;

Fiquei perplexa, pois recebi o email do Rodrigues, que era o top rendimentos aqui em Lisboa, e de quem ouvi a apresentação do negocio a primeira vez, e só o reencaminhei para uma pessoa… e essa pessoa fez chegar esse email a empresa (nunca pensei), e ela pensa que eu nunca Soube, e tratava me da mesma Maneira

Não podia ter tido outro fim
Não podia ter tido outro fim

 

Disse um monte de palavrões, chamei o diretor de mentiroso e no final, tive de escrever a tal carta, se quisesse receber as minhas comissões.

Entretanto depois de ter entrado em algumas empresas de Marketing Multinivel na area da nutrição, produtos alimentares, eletricidade, também em investimentos forex, cheguei a conclusão que todas tinham o mesmo erro.

Temos de continuar a perseguir as pessoas para podermos Vender os nossos produtos ou serviços

Até podes Entrar Pelo Dinheiro mas Ficas pelo Sentimento e paras de Saltitar

O lider que eu seguia também me via como dinheiro, a mim e a todos os que o seguiam, entusiasmado, fazia nos segui lo para tudo o que pudesse transformar se em dinheiro em beneficio próprio.

Posso dizer te que hoje olho para trás e apesar de continuar a acreditar no conceito do trás três, que trazem três, e que ganham muito dinheiro a vender serviços e a colocar consultores, empreendedores, distribuidores,…

O que eu não acredito é que o Marketing Multinivel Tradicional que ainda se usa tanto hoje, tenha algum futuro se não utilizarem os recursos da  nova  Era Digital.

[fancy_box id=2]

Nós “compramos” pessoas

Todos queremos Comprar produtos e serviços,

Mas não queremos que nos Vendam nada, certo?

[/fancy_box]

 

Sei que depois de tantas tentativas frustradas  de acertar no projeto que queria para mim e para a minha familia, sendo que todos são a melhor oportunidade dependendo do que procuras, eu sei que estou no sitio certo, na hora certa.

Nem sempre quis a Liberdade Financeira, nem tão pouco me interessavam pessoas que ganham muito dinheiro, depois que conheci algumas bem ricas, humildes e super simples, decidi que para poder realizar todos os meus Sonhos engavetados por anos, tenho de Ganhar muito dinheiro, e que me sentindo confortável com o mesmo ele vem até mim com muita facilidade. Faço o porque quero ter uma Vida de Qualidade com a minha Familia.

Constrói a Vida Que Tu Queres, utilizando os Recursos da Era Digital

Eu entrei neste projeto através do marketing de atração, pois já seguia o meu mestre Rui Gabriel desde que conheci o Marketing Multinivel, ainda nem ele sonhava que a Empower Network fosse aparecer, lol

Inscrevi me numa newsletter e fiquei anos a receber os emails deles de conteudo super valioso que me ajudaram muito a desenvolver me como pessoa e a ser e estar onde estou hoje

Podes ser Livre de Tudo e Nunca mais tens de perseguir ninguém
Podes ser Livre de Tudo e Nunca mais tens de perseguir ninguém

 

Podia estar aqui horas a falar te sobre as vantagens dos negocios baseados no  Marketing de atração/Digital mas vou te deixar com o Manifesto da Tribo onde trabalho para que vejas quem somos, e para onde vamos, e porque NÃO estamos sempre a saltitar de negócio em negócio.

Todos nós começamos aqui, e nenhum sabia tudo, temos é uma equipa que tem todo o interesse que todos sejamos Livres, mas cada um é dono do seu negócio e da sua vida.

[fancy_box id=1]

Saberes o que queres faz com que saibas qual o melhor negócio para ti, concordas?

  • O meu negócio, não é o melhor negócio do mundo para uma pessoa que adora o que faz, tem um bom patrão e não quer saber de aprender nada de novo, na area da Internet, certo?
  • O meu negócio não é bom para pessoas que não querem sair da Zona de conforto
  • O meu negócio não é bom para pessoas intransigentes, que não mudam de ideias e sabem tudo.
  • O meu negócio não é bom para pessoas que só querem sugar o dinheiro dos outros e não dão nada em troca
  • O meu negócio é um negócio de pessoas, onde todos somos Importantes e muito Valiosos.

[/fancy_box]

Posso dizer te que vi muitas apresentações de negocios de Multinivel, estive envolvida num que me mostrou claramente que estava no sitio errado e rodeado de muitas pessoas Gananciosas e que já não tinham nada para me oferecer.

Eu não quero nada que esteja fora da lei na minha Vida, fui muito malandra e andei muito perdida durante muito tempo.

Hoje esforço me para ser a Mudança que quero ver na minha Vida, por isso estou aqui.

Tu também podes estar se te encaixares no perfil das pessoas abaixo.

Começa Aqui
Começa Aqui

 

Se tu estiveres interessado em ganhar muito dinheiro mesmo sem saberes a origem desse dinheiro, estás no sitio errado, nós aqui somos um movimento de pessoas que gasta as energias a melhorar o processo e a dar conteudo de valor a pessoas mais ingenuas para que saibam o que andam e podem esperar do mundo da Internet, que é muito poderoso mas tambem perigoso para quem não sabe ao que vem.

Inspira te e se te Identificares, começa aqui

Fala comigo no Skype e vamos juntos Realizar os teus Sonhos mais profundos

Todos Podem, Nem todos Conseguem
Todos Podem, Nem todos Conseguem

Sandra Galão

Skype: sandra.galao

Email – s.galao74@gmail.com
                                                         

 

 

 

Ninguém aparece na nossa Vida por acaso

Ninguém aparece na nossa Vida por acaso

Já Te Aconteceu Quereres saber Porque Motivo Se Cruzam Pessoas Tão Diferentes Nas Nossas Vidas?

Eu, não acredito nada nos “acasos” da Vida, e sei que cada pessoa que aparece na minha vida, vem com uma intenção, um propósito.

E tu Qual é a tua Opinião sobre este assunto? Acreditas mesmo que foi por acaso que encontras te este artigo?

Sinto que  com os meus 41 anos de vida bem vivida,  de muitos anos a trabalhar com imensas pessoas de muitas viagens e aventuras me dão “autoridade” para poder falar à vontade do assunto.

[fancy_box id=2]

Já conheci pessoas de quase todas as raças, culturas, religiões.

Pessoas pobres e ricas de espirito e de dinheiro,

Pessoas muito pobres e bastante ricas, umas simples, outras nogentas;

Pessoas poderosas e espetaculares;

Outras sem qualquer poder, muito mediocres;

Pessoas tão más e outras generosas demais;

Pessoas sensiveis e muito frágeis psicologicamente;

Umas malandras e oportunistas,

Outras “tá-se bem”, não se passa nada;

Pessoas criativas e admiráveis;

Pessoas cheias de medo e outras super corajosas

[/fancy_box]

Foram mesmo muitas as pessoas que conheci ao longo da minha vida.

Todas essas Pessoas com que me cruzei na vida, são parte daquilo que sou hoje, sem duvida nenhuma.

Aprende Uma Nova Profissão. Sabe Mais Aqui
Faz a Diferença na vida de outras pessoas

 

Sim, principalmente as que se aproximaram com má fé, as pobres de espirito e que se acham mais espertas que os outros, essas são as que nos dão as melhores experiências para sabermoss o que andamos aqui a fazer e a certeza que estamos no caminho certo e mais bem preparadas no futuro.

Presta Atenção ao que vais ler e no final, depois de leres vais ficar a saber a razão pelo qual vieste aqui parar:

[fancy_box id=1]

As pessoas entram na nossa vida,

  • Por uma RAZÃO,
  • Por uma ESTAÇÂO 
  • Para a VIDA INTEIRA.

Quando perceberes porque motivo é, vais saber o que fazer com cada pessoa

[/fancy_box]

Quando alguém está na tua vida por uma RAZÃO.

É geralmente para suprir uma necessidade que tu demonstras te

Elas vêm para ajudar nas dificuldades, dar te apoio e orientação, ajudar fisica, emocional ou espiritualmente.

Elas poderão parecer te dádivas de Deus!

E são!!!

Elas estão lá pela RAZÃO que tu necessitas que estejam lá.

Então, sem nenhuma atiutde errada da tua parte ou numa hora inconveniente, essa pessoa vai dizer ou fazer algo que leve a Relação a um final.

ÀS VEZES… ESSAS PESSOAS MORREM

Às VEZES, ELAS SIMPLESMENTE VÃO, SEM  DIZER NADA

ÀS VEZES… ELAS AGEM E FORÇAM-TE A TOMARES UMA POSIÇÃO.

O que devemos entender é que as nossas necessidades foram atendidas, os nossos desejos satisfeitos e o trabalho delas foi feito.

Os teus pedidos foram atendidos e agora é hora de ir.

chegou a hora de partir

Quando pessoas entram nas nossas vidas por uma ESTAÇÃO

É porque chegou a tua vez de Dividir, Crescer e APrender

Elas trazem te a experiência da Paz, ou fazem te rir.

Elas poderão ensinar te algo que nunca fizeste.

Normalmente essas pessoas dão te muito Prazer.

ACREDITA!!!

É REAL!!! 

Pensa um pouco na tua Vida, já te apareceram pessoas assim, não é verdade?

Mas somente por uma ESTAÇÂO.

Depois temos os Relacionamentos de uma Vida Inteira

… ENSINAM LIÇÕES PARA TODA A VIDA.

COISAS QUE DEVES CONSTRUIR PARA TERES UMA FORMAÇÃO EMOCIONAL SÓLIDA.

P1180204

A tua tarefa é aceitar a Lição, amares a pessoa, e colocares em prática o que aprendeste em todos os outros relacionamentos e áreas da tua vida.

Lembra te que todas as pessoas que aparecem na tua vida vem com intenção de suprir ou acrescentar algo de que necessitas.

Observa bem cada pessoa que se aproximar de ti, e aproveita bem todos os ensinamentos

Muito grata por ai estares e por seres tão importante para mim.

Pára AQUI.

Simplesmente SORRI e fica a mensagem:

Trabalha como se não precisasses do dinheiro

 Ama como se nunca tivesses sido magoada(o)

Dança como se ninguém estivesse a ver

danlça como se ninguem te estivesse a vef

Aproveita todas as pessoas que te aparecem na tua vida, todas trazem uma oportunidade de crescimento.

ACREDITA MAIS EM TI e em todos os “acasos da Vida”.

E SÊ FELIZ!

Muita Luz na tua vida.

Sandra Galão
+351 936768467
Skype: sandra.galao
Email – negocio@sandragalao.com
Blog Todos diferentes, todos iguais
FacebookPágina pessoal
                     Página de Fãs

 

 

 

 

 

 

 

%d bloggers like this: