Etiqueta: escolhas

O Que Não Entendemos Sobre Nós Próprios Em A Mudança Está DENTRO de SI

O Que Não Entendemos Sobre Nós Próprios Em A Mudança Está DENTRO de SI

Olá, olá aqui estamos nós para a 12ª Conversa do desafio que Começou AQUI.

Como sabes todos os dias escrevo aqui uma nova Conversa do Livro “A Mudança está DENTRO de SI”.

REFLEXÕES PESSOAIS

As questões mais difíceis e significativas voltam sempre para nos inquietar. Por mais que nos dediquemos às coisas exteriores e materiais da vida, no final do dia, quando deitamos a cabeça na almofada e fechamos os olhos, voltamos sempre ao nosso EU Interior.

TERCEIRA QUESTÃO:

 

[fancy_box id=1]

Existirá algo que não conseguimos entender plenamente sobre nós, da nossa vida e do seu propósito, e cujo o entendimento mudaria a nossa Realidade para melhor e para sempre?

[/fancy_box]

Claro que sim.

Não compreendemos quase nada sobre nós próprios.

Nem sequer percebemos como pensamos ou o que nos leva a pensar da forma como o fazemos.

Não compreendemos quem somos nem onde estamos, como aqui chegámos e porque raio aqui estamos.

Não entendemos a nossa relação com Deus, a nossa relação uns com os outros, o nosso propósito de vida e… o mais lamentável de tudo…

Não compreendemos o Amor.

o que é o amor

Não entendemos porque tudo acontece na nossa Vida da forma que acontece e não sabemos como lidar com o que acontece quando realmente acontece.

Estamos completamente à deriva no que toca a explicar grande parte daquilo que sucede à nossa volta – e mesmo que encontremos uma explicação, não sabemos dar-lhe um uso funcional, colocá-la em prática .

A propósito, eu já me incluí neste grupo. Por isso consigo dar a resposta tão prontamente.

Lembro-me bem de quando não entendia e sei que ainda resta muito para entender.

Só aos 50 anos consegui perceber que o propósito fundamental  da minha  vida era recriar-me de novo na mais Grandiosa Visão que alguma vez tive acerca de Quem Sou .

Não sabia que cada AÇÃO é uma AÇÃO de auto-definição.

Quando , num momento de profunda ansiedade, perguntei a Deus porque não estava a minha vida a resultar, Deus Respondeu:

“É simples: – JULGAS Que A Tua Vida Tem Só A Ver Contigo.”

Foi-me dado a ver que a minha visão não tem nada a ver comigo, tem, sim, a ver com todas as pessoas cujas vidas toco –  e com a forma como o faço…

Quem dera que alguém me tivesse dito isto há 30 anos…

Não sabia que era Sagrado. Uma vertente Sagrada do próprio Sagrado, julguei que não era nada, que era mais pequeno do que um grão de areia no céu cósmico.

Foi então que Descobri Quem Verdadeiramente SouQuem Todos Somos – e o Que Estamos Aqui a Fazer, e foi isto que Mudou a minha Vida.

Descobri que nada sabia acerca das Verdades autênticas da vida.

Julguei que se tratava de:

  • Ter aquele carro,
  • Conquistar aquela mulher,
  • Ter determinado emprego,
  • Obter um diploma,
  • Casar,
  • Ter filhos,
  •  Ser aumentado,
  • Comprar um carro melhor,
  • Conseguir um emprego melhor,
  • Mudar para uma casa maior,
  • Ficar com o cabelo grisalho,
  • Ter netos,
  • Passar para o gabinete no último piso,
  • Ganhar o relógio da reforma,
  • Passar à reforma,
  • Comprar bilhetes para os cruzeiros,
  • Comprar o apartamento mais pequeno em troca da casa Grande,
  • Adoecer,
  • Ser alvo de comiseração e ir desta para melhor.

Era isto que eu pensava que a vida era.

Mais tarde, soube que tinha na Terra uma Missão Divina, ao serviço do propósito da Alma e que passara 98% do meu tempo ocupado com 98% de coisas que simplesmente não interessam.

[fancy_box id=5]

Agora já sei.

Como dizia o meu pai:

“A Velhice chega demasiado cedo, a sabedoria demasiado tarde”. 

E como a minha costumava dizer:

“Mais vale tarde do que nunca”.

[/fancy_box]

Será que existem coisas que a maior parte de nós não entende  acerca de nós próprios e acerca de quem Somos, e cujo o entendimento poderia alterar as nossas vidas para sempre e para melhor?

Claro que existem.

[fancy_box id=4]

PONTOS FULCRAIS:

  • Pouco entendemos acerca de nós próprios.
  • Não entendemos a nossa relação com Deus, a nossa relação com os outros, o nosso propósito de vida e, o que é mais triste não entendemos o amor.
  • Quando entendemos tudo isto, o nosso mundo muda, a nossa vida nunca mais volta a ser a mesma.

A FAZER:

Empreenda o trabalho da alma. Comprometa-se neste preciso momento, a dedicar 20 minutos por dia à alma. Prometa a si mesmo que o fará.

[/fancy_box]

E assim termina esta conversa bem intrigante, não achas te?

Olá sou eu a Sandra Galão, menina rebelde
Olá sou eu a Sandra Galão, Sou uma menina rebelde e uma Mãe Empreeendedora Online de Sucesso.

Como sabes acredito na Lei da Atração e este livro não podia ter vindo parar às minhas mãos em outra altura.

Poder constatar que tudo o que sempre acreditei se está agora a concretizar, faz me sentir GRATA por todas as Escolhas que Fiz até hoje e por nunca ter parado de perguntar, mas porquê?

Quando ter permites conhecer, coisas e pessoas maravilhosas aparecem na tua vida para que consigas Realizar a Tua Missão na Terra.

Convido te a comentares aqui abaixo se já estás no teu processo, ou se estes artigos te tem inspirado a começares.

Muito Grata por continuares aí.

Vive uma Vida extraordinária

Sandra

 

 

Qual SeGrEdO?

Qual SeGrEdO?

Imagina Que O  Génio Da Lãmpada Te Aparece e Te Concede Um Unico Desejo!

Que Desejo Seria Esse Que Faria Uma Grande Mudança Positiva na Tua Vida?

Que te faria neste momento sentir uma pessoa Realizada e de Bem contigo mesmo(a)?

Se calhar nunca pensas te nisso, ou nem acreditas em Milagres.

lampada
Cada um acredita no que quer, certo?

 

[fancy_box id=1]

Gosto muito de saber quais são os sonhos das pessoas com quem me Cruzo, e fico Triste sempre que pergunto a alguém:

-Senão tivesses problemas de tempo, nem de dinheiro, o que gostavas de fazer?

E respondem:

-” Nada!”

Ou

– “Nem nunca pensei nisso, Sandra”

Ou pior:

-Eu não tenho tempo para Sonhos com tantos problemas que tenho?!?

Como assim?! Não tens Sonhos?!

Não ter problemas de Tempo e de dinheiro, quer dizer que tens todo o tempo do mundo e o dinheiro existe em abundãncia na tua Vida…

És Capaz do que quiseres, Tu tens esse poder, mesmo que não acredites.

[/fancy_box]

Vou contar te aq1ui um pouco mais da minha história na adolescência e sobre sermos ou não capazes de fazer seja o que for, e até que ponto a Educação que tiveste teve influência na pessoa em que te tornas te

Ao longo da  minha Vida sempre quis saber qual a minha Missão de Vida, vivi uma idade do armário muito atribulada e completamente perdida

Porquê?

Além de ter uma mãe que não me dava nem beijos nem abraços, o diálogo era todo aos gritos, na base da imposição, dizia me que devia ter respeito aos mais velhos, mesmo que eles não se dessem ao respeito;

Devia ficar calada mesmo que não concordasse com algo;

E quando me atrevia e falava na mesma, levava um carolo (Pancada dada na cabeça com os nós dos dedos)

E depois a minha mãezinha não entendia porque tinha uma filha tão Rebelde, malcriada e com a resposta sempre na ponta da lingua..

Irritava me dizerem uma coisa, e depois fazerem outra.

Eu fiz muitas Coisas, sempre que me diziam que eu não era Capaz de fazer alguma coisa, queria sempre provar que era…

-Eu não levava desaforos para casa, gostava de Gozar com o sistema e por isso estava sempre metida em Confusões.

Nem as tareias, nem tão pouco os castigos já surtiam efeito nenhum na minha Pessoa, que não entendia tantas coisas, e estava cada vez ficava mais revoltada e Capaz de fazer mais disparates…

Ainda tentei fugir de casa duas vezes, desisti porque não tinha sitio para ficar…lol

Eu tinha tanta Raiva dentro de mim, por não poder dizer tudo o que me ia na alma, não tens ideia, nem eu tinha.

Mas “alguém” intercedeu por mim, e a minha mãe ofereceu nos (a mim e a minha irmã Céu) um diário, penso que recomendado por um psicólogo, para desabafarmos.

Na altura pude Escrever tudo o que me ia na alma, e “falei” muito sobre os meus sentimentos em relação à minha mãe e a forma severa com que nos educava, cheguei mesmo a escrever várias vezes que a Odiava e que não conseguia entender porque não tinha mais paciência, e mente aberta e “esquecia me” dele em cima da cama aberto…

Penso que foi um dos melhores presentes que poderia ter ganho
Penso que foi um dos melhores presentes que poderia ter ganho

Com o passar dos anos as coisas foram melhorando…

A minha mãe até aos meus 18 anos passou muito comigo

Tenho plena Consciência que fui uma Filha que chamam de “dificeis”, com défice de atenção acentuado e hiper-ativa.

… Não queria estudar… Queria aprender coisas novas, mas que gostasse, e não a história de Portugal e a fotossintese…

… Queria ir trabalhar e ganhar dinheiro, só assim me sentiria Livre (era a minha ideia de Liberdade na altura).

Estava cansada de ouvir a minha mãe dizer que não tinha dinheiro para comprar as calças que queria, ou os ténis e tantas outras coisas…

…. Só pensava em curtir, namorar, bebia branco com mistura, para ir para as matinés na Disco com algumas companhias que a minha mãe não aprovava, mas que eu queria Conhecer, não entendia o que ela queria dizer quando dizia:

– Elas não são boas companhias para ti, por isso, ai de Ti que eu saiba que andas com elas, atiro te pela janela abaixo (a minha falava assim, às vezes pior)

Ela não aprovava com razão. Só me apercebi mais tarde..

Tudo vem com o Propósito de Construir Ou Destruir:

Tu é que Escolhes, Sempre.

A decisão é sempre tua
A decisão é sempre tua

…. Nesta altura conheci as Drogas, nunca passei das “ganzas”, mas vi muitos colegas e amigos acabarem por morrer, pois queriam experimentar tudo até à exaustão e nunca estavam satisfeitos, e eu tinha Medo de ficar como eles.

Eu comecei a fumar cigarros aos 16 anos e as Ganzas aos 17.

Eu não consumia nem Heroina, nem Cocaina, nem pastilhas,  mas gostava muito de saber como funcionava esse Mundo, e então vi e soube de muita coisa que não gostei de saber, mas para “matar” a minha Curiosidade estava sempre no “meio” deles (traficantes e consumidores), a minha mãe até se passava comigo…

Eu podia ter ido para o mesmo caminho dos tantos amigos que “vi” morrer, se não tivesse tido a Capacidade de Escolher só as Ganzas (Marijuana) e Polén (parecido com a marijuana).

Quando mudei de escola e de companhias só fumava cigarros

Eu e as Minhas Capacidades Para a Escola

Sabes porque nunca gostei de estudar?

Acho a maioria dos professores muito pouco criativos e uma grande Seca, que se limitam a seguir um plano escolar e a debitar matéria.

Lembro me de me perguntar muitas vezes porque a maioria dos professores eram tão “sem sal”, mandando nos estudar da pagina X à Y, e tornando a matéria fosse qual fosse, em algo muito desinteressante e Chato.

Descobri no 9º ano, o motivo porque havia diferença nos professores, e porque gostamos mais de uns do que de outros…

Cada vez mais oprimidos
Cada vez mais oprimidos

Nunca gostei de Françês, e lembro me que a professora que tinhamos adoeceu e foi substituida por outra no 2º periodo…

Foi uma das professoras que dava as aulas com enorme prazer e vocação, que falou com a direção da escola e chegamos a ter aulas na rua, ela interessava se mesmo por nós e fazia com que o Françês fosse tão fácil, ou seja tinha a capacidade de nos motivar e envolver nas suas aulas.

Passei de um 8 para um 14 no 3º periodo, e não fui a unica, “et Je parle un petit peu de Français”.

O 9º ano foi o ano em que estudei na escola do bairro Social onde cresci, onde pessoas curiosas como eu se envolvem muito rapidamente com más companhias e muito más influências, em caminhos ditos errados, aliás a história que conto acima sobre as drogas foi mesmo nesse ano.

Fiz Bullyng na altura sem saber, a um Professor de Economia, que tinha uma letra muito pouco legivel e como tinha cara  de Cromo, eu GOzava muito com ele e arrastava umas quantas pessoas comigo a fazer “a sombra”,

Sabes porque eu fazia isto?

Porque sabia que era Capaz e que o professor não se Sabia impor…

Hoje sinto me envergonhada de ter sido tão malandra e Gozona

Gostava de ter Oportunidade de pedir Desculpa ao Professor
Gostava de ter Oportunidade de pedir Desculpas ao Professor

Eu cheguei a vir para a rua varias vezes, em várias disciplinas onde achava os prof’s uma grande seca e dava uma de delinquente, de malcriada como eles diziam…

Quando te Deixas Influenciar pelas pessoas certas, as tuas Capacidades Mudam

Estudei até ao 12º ano, no 10º ano mudei de escola, e fui fazer um curso de Técnico Profissional de Secretariado, sugerido pela diretora de turma.

Fui para uma escola longe do bairro onde cresci, e onde conheci novos amigos e companhias muito diferentes dos meus amigos do bairro.

Resolvi que se queria ter melhores notas tinha que me juntar a quem as tinha.

Todos somos influenciáveis.

Mas podemos escolher o tipo de pessoas que permitimos que nos influenciem, eu até à data só escolhia as pessoas que me levavam para os “maus” caminhos.

E tu também te deixas Influenciar por quem não deves?

Não tens desculpas.

Não poderás dizer que “te aconteceu” alguma coisa porque “foste enganado(a)” ou porque “foste influenciado(a)”.

Foste tu quem escolheu e a responsabilidade única é tua, hoje sei disso, na altura nem por isso.

Posso dizer te que no 12ºano ainda cheguei a ser a melhor da minha turma em algumas disciplinas que não conhecia e soube que era Capaz de ser a Melhor…Lol

Estenografia e esteno-dactilografia ( escrita das secretárias através de simbolos) que só serviu para eu escrever em código no meu diario….ahahah

Sem duvida nenhuma te digo que Somos Livres de Poder Ser e Fazer o que Quisermos.

Só tu podes tomar essa decisão
Só tu podes tomar essa decisão

Crescemos a ouvir outras pessoas avaliarem nos e a dizerem o que somos ou não Capazes de Fazer, certo?

Mas Cabe te a Ti Acreditares ou não nas tuas Capacidades.

Só experimentando seja o que for é que sabes se és capaz ou não.

Se nunca o fizeste, e achas que não és Capaz, é outra coisa completamente diferente.

Qualquer das opções está certa.

[fancy_box id=6]

Se tu achares que és Capaz, tens razão.

Se achares que não és Capaz, também tens Razão.

[/fancy_box]

Deixo te ficar um video que fiz ontem na praia e onde te dou algumas dicas e uma solução de como é possivel a todos sermos Livres, temos é de nos dar essa Oportunidade.

COMEÇA AQUI

 

Claro que eu sou Capaz, e Tu Também, Acredita.

Hoje posso dizer te que sei aquilo que Valho e que se na adolescência já não deixava que me roubassem os meus sonhos, depois da competências adquiridas e experiências vividas posso é ajudar te a  ti a acreditares mais em Ti e nas tuas Imensas Capacidades, aquelas com que nasceste e aquelas que adquiris te ao longo da tua Vida.

Então e o desejo do Génio da Lampada?

Já sabes qual o teu Desejo?

O Desejo que pedi ao Génio, foi que me ajude a ajudar milhões de pessoas a Mudarem de Vida e a largarem aquilo que já não lhes serve.

E tu?

O que gostavas de ver Realizado?

Lança para o Universo e faz a tua parte, e vais ver todos os teus desejos Realizarem se.

Estou aqui para o que precisares, quando decidires que afinal és Capaz e te queres Juntar a Nós

Aqui ninguém fica para trás.

Faz do teu dia um dia Magnifico

Encontra me:

Sandra Galão

Skype: sandra.galao

 

 

 

Já não é segredo Nenhum

Já não é segredo Nenhum

Vais Ou Não Tornar-te Quem Realmente Vieste SER?

Uma das grandes verdades que aprendi ao longo da minha vida é que não devemos de deixar de seguir o nosso sexto sentido e aquilo que nos faz sentido, risos

A minha intenção com este artigo é que consigas tirar os teus sonhos mais profundos da gaveta… aqueles que “alguém” um dia te disse que não eras capaz de realizar, mas que tu no fundo sabes que és…

Se me segues sabes que estou sempre a falar em mudança e no tanto que tive de mudar para me tornar a pessoa que sou hoje.

Eu descobri desde que conheci a Comunidade da tribo  que todos somos capazes de tudo o que a nossa mente conseguir idealizar (visão do futuro), se aprendermos a recontar a nossa história, sem mágoas nem rancores e com o objetivo de ajudar a inspirar outras pessoas.

Descobri ao longo da vida que devemos deixar velhos hábitos e crenças que nos vêm incutindo a vida toda ao dizerem nos que os ricos são os que roubam, que o pobre que nasce pobre tem de morrer pobre, que existem pessoas superiores a nós, que a religião A e B são melhores que a C, que  não se pode ganhar dinheiro com negócios on-line, que não podemos ser mães empreendedoras e presentes, nem ser bem sucedidos porque nascemos num bairro social.

Tudo tretas. Dou te um exemplo onde me foi incutido algo, que na altura não pude escolher, se calhar aconteceu contigo também, era muito comum e continua a ser..

Eu cresci na religião católica porque a minha mãe também o era, fui batizada aos 4 anos quando cheguei a Portugal e aos 6 anos fui à catequese, adorei a história de Jesus Cristo e as canções animadas.

Fiz a comunhão de fé e hoje olho para a igreja como mais um negócio… Sinto uma empatia imensa com o novo Papa:

Não somos boas pessoas só porque frequentamos a igreja”… é um ser Iluminado, sem dúvida.

Tenho a minha fé, e acredito que somos todos um, somos todos energia, acredito nos anjos da guarda (que podem ser pessoas, mensagens, uma palavra, uma musica, um abraço na hora certa) e acredito que eu não sou mais  nem menos do que tu, sou igual…todos podemos alcançar o que quisermos, desde que estejamos dispostos a dar tudo por tudo para que isso aconteça.

Cresci num bairro social onde éramos LIVRES o suficiente para estar sempre na Descoberta, brincávamos na rua sem os pais sempre a controlar, onde não se falava de gente rica, era um assunto que nos passava ao lado, os ricos eram quem roubava (os ladrões de colarinho branco) e onde mesmo carentes de mimos eram muito felizes.

A minha mãe dizia me que para ser alguém tinha de estudar muito, e que para ser rica tinha de casar com um homem rico?!? Não concordava nada com ela, e casei por AMOR, assim como ela. Conheci muitas meninas que casaram pelo estatuto social dos maridos… Estamos sempre a escolher, não é?

 

 

Sou uma defensora da liberdade e dos direitos de cada um de nós em todos os sentidos e até hoje não sabia muito bem como é que iria conseguir fazer passar a minha mensagem e hoje com a Comunidade da tribo sei que isso é possivél.

Já reparaste que tudo o que atrais para a tua vida é simplesmente aquilo em que mais pensas? É ou não é?

Tenho várias amigas que estão sempre a queixar se que só conseguem atrair homens problemáticos, que jogam ou que bebem, ou que não lhes dão atenção, os que batem e humilham, os que passam a vida no computador, os que fazem cenas de ciumes, enfim…

Tem tudo a ver com o pensamento. Cada um de nós atrai aquilo que está sempre a pensar.

Eu aqui dou te este exemplo do homem, mas é igual para a mulher e para o resto das áreas da nossa vida, na saúde quando atraímos as doenças e quando somos saudáveis, no dinheiro quando temos escassez e abundância, na familia quando temos tempo para ela ou não

…Podia dizer te aqui “N”  situações onde quer acredites ou não és tu que as atrais para a tua vida..

NÓS TORNAMOS-NOS NAQUILO EM QUE PENSAMOS,

Vou repetir,

NÓS TORNAMOS-NOS NAQUILO EM QUE PENSAMOS,

Durante toda a História, grandes filósofos e pensadores, professores e profetas, discordavam uns dos outros em muitas coisas diferentes, mas neste preciso ponto estavam todos em concordância total.

Vê o que Marcus Aurelius, o grande Imperador Romano disse:

A Vida de um Homem será aquilo que os seus pensamentos fizerem dela

Ralph Waldo Emerson disse:

Uma pessoa é aquilo em que pensa o dia todo.

William James disse:

A maior descoberta da minha geração é que o ser humano pode alterar a sua vida, alterando a sua atitude mental… 

disse também:

Se tu desejares ser rico, tu serás rico, se desejares aprender uma nova profissão, tu poderás aprender, se desejares ser uma pessoa melhor, Tu serás uma pessoa melhor…

…Tudo o que tens de fazer é plantar essa semente na tua mente.

Podes realizar qualquer sonho... Mas se não tiveres um sonho, um objetivo e só tiveres pensamentos negativos é mesmo isso que vais atrair, resultados negativos… falo te por expeiência própria pois já estive perdida, cheia de medos e preocupações e foi quando comecei a querer saber quem eu era na realidade e qual a minha missão.

Desde “Sempre” e até hoje, me considero a menina dos Porquês, existem muitas perguntas as quais ainda não tenho a resposta... outras estavam dentro de mim… Tudo isto fez me procurar o meu propósito e…

… Comecei a Questionar me, afinal quem sou  e o que ando aqui a Fazer?

E tu? sabes o que andas aqui a fazer? Ou andas à Deriva?

Não acredites em tudo o que ouves. Analisa por ti
Não acredites em tudo o que ouves. Analisa por ti

 Nós tornamos-nos naquilo em que pensamos

Como é que funciona?

Vou tentar explicar te como funciona tendo em conta aquilo que sei e aprendi e para perceberes vou contar te aqui uma situação paralela a mente Humana que ouvi muitas vezes num audio do escritor e orador de renome internacional, Earl Nightingale e que traduz bem o que te quero explicar:

[fancy_box ]

Imagina um agricultor e a sua terra. A terra dá ao agricultor  a escolha. Ele pode plantar na terra o que quiser, a terra não se importa, compete ao agricultor tomar a Decisão…

Agora lembra te, estamos a comparar a terra à Mente Humana, porque a terra como a mente humana não se importam com o que plantares, irá retornar o que plantares, mas não se se importam com o que plantares… entendes?

Imagina que o agricultor tem duas sementes nas mãos, numa uma semente de milho, na outra um veneno mortal.

Ele cava e planta as duas sementes, rega, cuida delas de igual forma e o que acontece?

Na mesma medida a terra retorna o que foi plantado, como está escrito na Biblia: “Colheremos o que plantarmos” 

Lembra te:  A terra não se importa; Retornará o veneno plantado  na mesma abundância que o milho, e crescerão as duas sementes:

Uma de Milho e a outra de Veneno!

A mente humana, é bastante mais fértil, incrivel e misteriosa do que a terra, mas funciona da mesma maneira…

Não se importa com o que se planta:

Sucesso ou Fracasso…

…um desejo bem claro e definido, ou confusão, equivocos, medos, ansiedade, preocupações e outros… mas aquilo que plantarmos retornará para nós.

E tu perguntas, se isso é verdade  porque é que as pessoas não usam mais as suas mentes?

Pois acho que  temos a resposta também a isso

A nossa mente vem com um “equipamento padrão” no inicio é grátis, subvalorizamos aquilo pelo qual não pagamos, as coisas que pagamos damos-lhe mais valor.

Paradoxalmente o inverso também é verdade…

…Tudo aquilo que realmente tem valor na vida vem gratuitamente :

A nossa mente, as nossas almas, nossos corpos, a nossa esperança, os nossos sonhos, ambições, amor á nossa familia, às crianças e amor aos amigos e aos  nossos pais.

Todos estes bens inestimáveis são gratuitos.

[/fancy_box]

Planta um objectivo na tua mente.

Esta é a decisão mais IMPORTANTE de toda a tua vida.

O que é que tu REALMENTE Queres?

Queres ser um Vendedor Excepcional?

Queres Obter melhores resultados na tua Profissão?

Queres ser promovido(a) no teu trabalho?

Queres ser Rico(a)?

Tudo o que tens de fazer é plantar essa semente na tua mente, regá-la, tomar conta dela, trabalhar firmemente nesse objectivo, e ele tornar-se-á Real! Com toda a Certeza, Não há como Fugir.

Tudo o que tenho Atrai para a minha vida... o Amor da minha vida. e os meus tesouros Mateus e Luana
Tudo o que tenho Atrai para a minha vida… o Amor da minha vida. e os meus tesouros Mateus e Luana

DESAFIO-TE te a seres mais consciente dos teus pensamentos negativos,  a tomares a atitude e veres como a tua vida pode MUDAR radicalmente para melhor, para a vida que tu sempre sonhaste, ou não.

Eu ao fim de tantos anos tenho hoje uma visão bem clara do meu futuro e do que quero para mim e para a minha familia, pois acredito que é das crises que surgem as grandes oportunidades

E tu Acreditas? Ou preferes ficar a queixar te das circunstâncias da vida?

Espero que tenhas gostado e tirado alguma informação útil deste artigo que foi feito a pensar em ti.

Deixa ficar o teu comentário, partilha e vamos fazer a DIFERENÇA

Tem um dia fantástico

Sandra Galão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Também vês como um elogio?

Também vês como um elogio?

mau trabalho1

Como achas que me senti na altura? Com apenas 10 anos? É isso mesmo, fiquei muito desiludida e cheia de raiva, afinal tinha colocado ali o meu tempo e dedicação para no final chumbar o ano com 3 negativas?

Estava com 10 anos, a frequentar o 5ºano. Sempre gostei muito de aprender, mas sinceramente, haviam disciplinas que na altura não me diziam nada, nomeadamente história, achei uma seca saber o nome dos reis e as suas histórias. Também a fotossíntese a ciências da natureza, entre outras.

A história que te vou contar é sobre um trabalho que fiz na disciplina de inglês com a professora Manuela Dias (das poucas professoras que me lembro o nome).
Nunca fui muito boa a inglês, conseguia entender algumas coisas, só que a escrever dava demasiados erros, trocava os tempos dos verbos, não entendia as regras de gramática, enfim…preferia ir jogar ping-pong a estar nas aulas de inglês.
Logo, senão assistia às aulas também não aprendia…

Na altura não tinha maturidade para perceber o quanto isso me estava a prejudicar.

Hoje percebo claramente que quem não se envolve, não se desenvolve

Estávamos a dar a Emigração e Imigração e foi-nos proposto na altura pela professora Manuela fazer um trabalho sobre o tema. O trabalho era individual e podíamos dar largas a nossa imaginação, e ia contar para nota, ou seja se quisesse passar tinha de fazer um bom trabalho, pois as notas dos testes não eram suficientes.

Cada vez mais oprimidos
Cada vez mais oprimidos

Eu, que sempre fui uma pessoa com uma imaginação muito fértil, resolvi escrever uma história sobre um casal de russos que tinha imigrado para o nosso país.

Era uma história de amor, com muitos obstáculos, algumas risadas e como todos os romances com um final feliz.
Fiz a história toda em português e tive a “brilhante ideia” de pedir a minha vizinha Lizete que falava e escrevia muito bem inglês para me ajudar na tradução.

ENTUSIASMO, EMPENHO e DEDICAÇÃO

Estava tão entusiasmada e orgulhosa com o resultado final do meu trabalho (um livro com capa e tudo) que não via a hora de entregar o trabalho e saber a nota, sempre convencida que ia ter um GOOD WORK.

Passou-se uma semana e eis que a professora trouxe o resultado dos trabalhos com a nota bad work or good work escrito num papel.
Quando abri o papel um grande BAD WORK! WhAT? “Não pode ser, ela enganou-se”. Pensei eu na altura, e claro com este feitio incomum e bem zangada, perguntei a professora porque tinha tido o tal BAD WORK, ao que ela me respondeu:

– Esta história é uma cópia integral de algum livro.

– Desculpe? Essa história saiu da minha cabeça, respondi danada.

– Então vem ao quadro para escreveres algumas frases do teu livro.

Claro que acabei por contar que a minha vizinha me tinha ajudado na tradução.

Ajudado! Ela ditava e eu escrevia… He!He!

Só que a professora não acreditou e acabou a dizer que podia-me ter esforçado e ter sido um pouco mais criativa e fiquei com o BAD WORK.

Perseguiu me durante muito tempo, esta história

Como achas que me senti na altura? Com apenas 10 anos?

É isso mesmo, fiquei muito desiludida e cheia de raiva, afinal tinha colocado ali o meu tempo e dedicação para no final chumbar o ano com 3 negativas (Inglês era uma delas).

Quando não somos estimulados, podemos ficar traumatizados
Quando não somos estimulados, podemos ficar traumatizados

Na altura ainda se ia a conselho de turma, só que o comportamento era fundamental para que pudesse passar de ano, e como era muito rebelde,  respondona, faltava muito.

Repeti o ano.
Eu na altura não tinha maturidade suficiente para perceber aquele Bad Work, hoje em dia vejo como um grande ELOGIO, pois se a professora acreditou que a minha história era uma cópia de outro livro, é sinal que estava muito bem escrito, concordam?

Acho que o rasguei na altura, tal foi a deceção…

Chorei tanto e fiquei um pouco mais rebelde.

Hoje falo e escrevo bem inglês, pois há cerca de 9 anos atrás acabei por investir em mim e tirar um curso no Wall street para aperfeiçoar o meu inglês.

E quem sabe um dia destes escrevo um livro?

Esta imagem encontra-se no meu quadro de sonhos 😉 A regra dos três R’s

Respeito por ti, Respeito pelos outros e Responsabilidade com os teus atos

 

 

Espero que tenhas gostado e entendido a mensagem e que faças uma reflexão sobre a tua vida, as tuas VITÓRIAS e principalmente os teus FRACASSOS, pois eles vão-te ajudar a evoluir como ser humano e a alcançares tudo a que te propuseres, e lembra-te:

Todas as histórias têm o seu lado bom, positivo, mesmo que não consigas ver qual é no momento.
Se não estás satisfeito com a vida que tens, MUDA!

Só depende de ti!

Faz a tua escolha! Faz como eu que já não aguentava mais ser considerada um número, onde o meu Sucesso não dependia de mim e sim de terceiros, onde não se fala de sonhos, nem de sucesso, somos números, só isso, números! Que pena!

Se tens um sonho, gostavas de realiza lo, e não sabes como, clica aqui
Se tens um sonho, gostavas de realiza lo, e não sabes como, clica aqui

Deves ser a Mudança que desejas ver no Mundo

Muito sucesso para a tua vida.

Podes sempre encontrar me

Sandra Maria Galão
skype: sandra.galão

%d bloggers like this: