Categoria: Como ser uma Mãe Presente

E se ACORDASSES hoje, SÓ com o que AGRADECESTE Ontem?

E se ACORDASSES hoje, SÓ com o que AGRADECESTE Ontem?

Como acordarias hoje se só te fosse permitido receber aquilo que AGRADESCESTE ontem?

Nem sempre tive o hábito de agradecer pelas coisas que já tenho, lembro-me que quando era pequena agradecia a Deus sempre que conseguia alguma coisa que antes tinha pedido. Mas também me lembro que não era muito de pedir e sim de agir.

Comecei a agradecer mais depois de ter lido alguns livros de casos reais, sobre situações que desconhecia que existissem, como título de exemplo: A exploração infantil, tráfico humano, direitos inexistentes das mulheres em muitos países do mundo, e principalmente as condições miseráveis que algumas pessoas vivem e que nem reclamam. Também quando viajei constatei com com realidades em que as condições  são consideradas miseráveis. quando tive filhos passou a ser um hábito diário.

Vemos muitas, falo aqui de Portugal, que é o País onde vivo e onde tenho tido mais experiências,  s a reclamarem de coisas tão banais e sem sentido que ficas a imaginar que por vezes as situações da vida menos boas que nos acontecem, fazem-nos valorizar coisas que de outra forma não o faríamos, não é?

Muito se pode falar sobre Gratidão e o  processo, verdade?  mas não queria deixar de partilhar um momento inspirado por uma pessoa que me é muito querida e tem imensos motivos para agradecer e não agradece, e como ele há milhões.

Quando somos Gratos por coisas simples, o Universo arranja maneira de nos compensar, mandando mais e melhor, posso garantir-te.

Se já agradeces podes confirmar, right? Risos carinhosos.

Ter aprendido o poder da Gratidão fez de mim uma pessoa que sabe dar valor às coisas mais simples da vida e a aproveitar a vida com muita intensidade.

Fiz um video onde falo sobre Gratidão e  partilho algumas dicas de como podes ser mais Grato e como é importante ser grato. Clica no Play

 

Espero que o video te seja útil de alguma forma e se não agradeces, nunca é tarde para começar, right?

Deixa ficar nos comentários abaixo se tens o hábito de agradecer e o que pensas do assunto.

 

Tem um dia Fantástico e Vive a Vida Livre

~Sandra

 

 

 

A Comunidade de Empreendedores Anormalmente Bem Sucedidos – Missão e Valores

A Comunidade de Empreendedores Anormalmente Bem Sucedidos – Missão e Valores

Consegues Imaginar te a Trabalhar com Pessoas Extraordinárias Que Te Ajudam a Ter Sucesso e a Viveres Daquilo que Realmente Gostas e Sabes Fazer?

A verdade é que enquanto não te conetares com quem realmente és não vais descobrir a tua tribo e vai parecer te sempre que falta algo: já ouviste aquela frase em Inglês que diz:

Your Vibe atract your Tribe, o que quer dizer em Português: A tua forma de estar na vida atrai a tua tribo, não gosto tanto porque não rima, risos.

Se a tua vontade é Ganhar muito dinheiro e fácil, sem fazer nada, então a Comunidade da tribo não serve para ti.

Sabes Porquê?

O Manifesto da Tribo Mostra o Que Somos, O que Fazemos, e Porque Fazemos Isto.
Acredito que nós atraímos, não aquilo que queremos, mas aquilo que somos.

Por isso o meu mestre Rui Gabriel  criou esta comunidade e atraiu pessoas que têm uma série de qualidades, essas atraíram outras e criámos uma comunidade que une pessoas:

  • De todas as classes sociais,
  • Níveis de educação,
  • Profissões,
  • Projetos de vida,
  • Religiões e
  • Preferências futebolísticas e políticas,
  • Gostos,
  • Competências profissionais e pessoais e
  • Circunstâncias pessoais…

… a que chamámos TRIBO.

Durante alguns meses o Rui  investigou a fundo as ideias e os modos de pensar e de viver expressas através dos posts dos membros e resumiu tudo no manifesto que hoje te mostro, para que tenhas conhecimento de que Não Estás Sozinho(a) Nem És Extraterrestre, e que há uma comunidade de centenas de pessoas que Pensam Como Tu. Ser diferente já é quase normal neste planeta, mas se queremos ter resultados Extraordinários temos de fazer o que os outros não querem ou não acreditam que seja possível, right?

Manifesto da Tribo

Texto Integral:

Damos valor à Liberdade individual e apreciamos a Diferença e a Integração.

Sabemos que todos temos algo importante para Aprender todos os dias e sabemos que todos temos algo importante para Ensinar também, todos os dias.

Apreciamos a Arte  em todas as suas formas como expressões elevadas do espírito.

Vivemos em Abundância material, gostamos de ser, fazer e ter tudo o que possa existir de melhor.

Dedicamo-nos à Contribuição Social, para ajudarmos quem se possa ajudar a si mesmo e para ajudarmos quem não se possa ajudar a si mesmo ainda.

Acreditamos que sem Independência Financeira não há Liberdade, e por isso temos um foco elevado na criação de riqueza.

Acreditamos que sem Educação não há Liberdade e por isso temos um foco elevado na aquisição de competências técnicas e humanas de elevada performance.

Acreditamos que sem Contribuição Social não há Liberdade, porque ninguém pode ser livre sozinho. Por isso temos um foco elevado nas ações de promoção humana e social.

Não temos medo de Desafios  e adoramos Coisas Difíceis, pois são elas que nos fazem evoluir acima da média.

Todos somos Líderes e todos somos Seguidores e somos bons em ambas as coisas.

Dizemos sempre a Verdade do que somos e pensamos.

Não apreciamos especialmente o «politicamente correto» mas temos uma Ética de respeito por todas as pessoas e ideias.

A nossa Missão Primeira é realizar os Sonhos de cada um de nós.

A nossa Missão Segunda é realizar juntos Sonhos Maiores, que nenhum de nós se atreveria a sonhar. Fazemos isso através dos recursos do Mundo Digital e da Internet.

Para nós o Sucesso é a realização progressiva de um Ideal Elevado.

Consideramos que uma Pessoa Bem-Sucedida é alguém que esta a percorrer este caminho de realização.

Acreditamos que todas as pessoas já têm em si mesmas todas as qualidades necessárias para Vencerem mas constatamos que poucas pessoas expressam o seu verdadeiro potencial nas suas vidas e que por isso a humanidade fica mais pobre.

Trabalhamos para levar esta mensagem de esperança a todas as pessoas:

  • «Todos Podemos Ser Livres
  • Todos Podemos Ter o Tempo e o Dinheiro, a Realização Pessoal, e o Desenvolvimento Espiritual Que Nos Liberta, Independentemente da Situação Atual de Cada Um.”

Trabalhamos para elevar os Níveis de Consciência da humanidade e de cada pessoa individual.

Trabalhamos para proporcionar modelos de trabalho que tragam Elevadas Recompensas emocionais, mentais, espirituais e materiais.

Desafiamo-nos mutuamente e constantemente a fazer mais e melhor.

Dizemos sempre «Sim» a tudo aquilo que nos aproxime dos nossos sonhos.

E queremos envolver-nos em todas as atividades que tragam algo de positivo para nós e para a humanidade. Não nos importa o grau de dificuldade.

Não procuramos a via mais fácil, nem a via mais difícil. O «Fácil» e o «Difícil» não são palavras do nosso vocabulário.

Gostamos especialmente da palavra «Impossível» porque representa um desafio que vale a pena perseguir.

Quando alguém se aproximar de um de nós, fica sempre melhor do que quando chegou.

Todos os dias Adicionamos algo de valioso às vidas de todas as pessoas que conseguirmos, quantas mais melhor.

Gostamos de ganhar Dinheiro. Gostamos de ganhar muito dinheiro.

Gostamos de usar o dinheiro para sermos mais felizes e para ajudarmos outras pessoas.

Estamos 100% Determinados em Realizar O Nosso Potencial, Sermos Ricos de Tudo e em Fazer a Diferença Nas Vidas de Outras Pessoas.


Partilha agora este Manifesto com todas as pessoas que sabes que podem beneficiar com ele e

Vive a Vida Livre

~Sandra Galão

Dicas Simples Para Um 2018 FANTÁSTICO

Dicas Simples Para Um 2018 FANTÁSTICO

ACREDITAS que podes ter um Ano de 2018 Diferente e Fantástico utilizando DICAS SIMPLES? SIM, Então este artigo é para ti (vídeo)

Fomos formatados a acreditar que estamos aqui neste planeta para agradar os outros, e que primeiro estão os outros, e só depois nós, verdade? pelo menos a maioria pensa e vive assim.

Sempre me considerei diferente ainda que seguisse algumas regras da sociedade, mas

Ficamos agarrados a crenças, mágoas, ressentimentos que nos limitam e que nos impedem de ver todo o POTENCIAL que temos dentro de nós e por isso adoecemos

Fiz um video que  contém DICAS SIMPLES mas PODEROSAS e que podes começar a aplicar imediatamente. Primeiro tens de aceitar tudo o que não está bem e depois….

Clica no Play no video abaixo e começa já a preparar te para um 2018 cheio de Desafios e Crescimento

Foi interessante ver me a partilhar dicas que utilizo a algum tempo e que me têm ajudado a crescer como pessoa e a saber servir com mestria a quem me procura com o intuito de se transformar na sua melhor versão.

Muitas vezes acreditamos que não estamos preparados para iniciar uma coisa nova ou para largar pessoas que fazem parte da nossa vida e talvez até não estejamos, mas isso só vamos saber depois que experimentarmos, right?

Quando nos libertamos do velho o Novo aparece e a direção da nossa vida muda

LEMBRA TE:

Tu já estás pronta(o) para para dar o primeiro passo, por mais pequeno que seja.
Concentra-te no facto de quereres APRENDER.
Vão SURGIR Verdadeiros MILAGRES

Deixa ficar o teu comentário e diz me se já utilizaste ou utilizas algumas destas dicas que partilhei aqui contigo

Tem um dia Fantástico

~Sandra Galão

Como Ganhei Aversão à Disciplina?

Como Ganhei Aversão à Disciplina?

Começo hoje um artigo sobre Disciplina, lançado  pela minha colega e amiga Chus que lidera o novo desafio #BlogChallenge300 da qual aceitei fazer parte para me poder disciplinar mais um pouco.

As perguntas que ela achou pertinente que respondêssemos num novo artigo foram:

– Qual é a tua experiência com a disciplina?

Eu respondo contando como ganhei aversão a palavra DISCIPLINA e como foi difícil para mim perceber a importância da mesma na minha vida.

Descobri da pior forma que irei contar te ao longo deste artigo.

Em criança fui educada na base da autoridade, da Imposição e do Medo (Suposto Respeito)  por parte da minha mãe, que como foi criada em alguns colégios de freiras e padres que mandam e quem lá está obedece, sempre quis impor a verdade que tinha sobre a forma que devemos ser e viver , e eu como criança diferente que sempre me senti, “comprei” uma Guerra com ela, ao não aceitar de ânimo leve todas as coisas importantes que devia aprender, e tudo aquilo (a disciplina principalmente) que ela me quis ensinar e que eu decidi não achar importante aprender, porque achava que ela me estava a impor e não que fosse importante para a vida, risos…

E lá em casa tínhamos mesmo de aprender a ter disciplina senão a colher de pau e os castigos entravam em ação!

Tinhamos uma escala (tipo horário escolar) com as tarefas diárias que devíamos fazer depois de virmos da escola, (eu e as minhas irmãs) .

Eu primeiro ía tagarelar com as amigas e achava sempre que conseguia chegar e limpar o pó, ou lavar a casa de banho antes que a minha mãe chegasse, mas o que é certo é que foram poucas as vezes que consegui fazê-lo, pois sempre que me apercebia que a minha mãe tinha chegado do trabalho primeiro que eu, ficava “montes” de tempo com a amiga Luisa por baixo do prédio “a tentar ver” o que ía dizer a minha mãe (desculpa)…

É verdade que eu tinha muito medo da minha mãe, pois impunha de uma forma que eu considerava absurda (até ver outras mães piores) a disciplina e a ordem!

Tudo tinha que ser da maneira da minha mãe e AI de nós que não obedecêssemos.

De três irmãs eu era sem dúvida a que dava mais trabalho, pois como não conseguia atenção em casa, “procurava” na escola sendo uma menina levada da breca, pois estava sempre a “discutir” com o sistema.

Pensava:

– Em casa não funciona mas aqui na escola não é muito melhor, os professores são uma seca e só querem debitar matéria.

E o meu comportamento só piorava…

Costumas IMPOR a Tua Vontade Quando Queres Mandar e Não te Obedecem?

Hoje, fazendo uma análise profunda de tudo o que já vivi e porque ainda tenho certos bloqueios, percebo que foi nessa altura que comecei a tomar uma grande aversão à disciplina e a tudo o que a minha mãe me tentava ensinar de forma autoritária.

Lembro me que uma das coisas que mais me enervava era ter que limpar aos dias estipulados, eu tinha a mania que era do contra….hehe! EU não queria era limpar então adiava sempre muito e discutia todas as regras impostas da D.Alice.

Uma das histórias que ainda hoje me lembro e me faz rir, foi quando tinha os meus 14 anos e estava no quarto a ler um dos meus livros de banda desenhada ou a fazer outra coisa qualquer e a minha mãe me chamava para ir buscar um copo de água (tipo criada), ela sentada a fazer o seu crochê e eu de Raiva dava sempre um Golo (risos) antes de lhe entregar o copo, normalmente não se apercebia, mas quando acontecia dar um golo maior e não voltava a encher fazia me voltar mesmo que jurasse de pés juntos que não tinha dado o golo….. Ups

Conto te estas minhas histórias pessoais para que comeces a analisar um pouco da tua história e da educação que tiveste, pois garanto te que muitas das tuas limitações e bloqueios veem do teu passado e das pessoas que tiveram influência na tua vida…

Vou passar hoje à 2ª segunda pergunta feita pela Chus no desafio de #BlogChallenge300…

– Tu és DISCIPLINADA?

Sendo O Mais sincera possível, não! Tenho muito para trabalhar, mas agora há uma coisa que eu hoje sei, que até bem pouco tempo não sabia, quer dizer não queria mesmo saber, risos…

Continuo muito indisciplinada, sou bem distraída, mas hoje sei que foi porque estive muito tempo a olhar para a disciplina como algo que uma conotação Negativa… e é agora onde digo:

– Ai se eu soubesse o que sei hoje…AHAHAHAH

Sabes que descobri que não foi só a minha mãe que me quis ensinar como é importante ter a tal da Disciplina…

Lembro me quando tinha os meus 11/12 anos de ter ido para o Atletismo, a minha mãe precisava urgentemente que eu me ocupasse, pois os disparates eram mais que muitos e apesar de ser uma mãe bem alerta, eu adorava ser malandra…

Só te sei dizer que já nem com os castigos e as tareias tinham muito efeito em mim… e mal sabia ela que ainda estava só no inicio da minha rebeldia!

Apesar de não ter gostado logo daquelas pequenas maratonas, consegui ficar um pouco Motivada com a velocidade, salto em comprimento, salto em altura, e adorava a estafeta e

Tinha um pouco de receio de saltar as barreiras…

Essa decisão de que me devia “ocupar” foi tomada depois da reunião com o diretor de turma no final de 85.

Tinha reprovado no 5º ano, com 3 negativas. Na altura ainda podíamos ir a conselho de turma para tentar que passássemos, mas quando me disseram que o comportamento seria um fator crucial para passar, pensei:

– Estou F… lixada! (na altura dizia muitos palavrões)

A reunião aconteceu e ouvi o meu diretor de turma dizer:

– A sua filha não é Burra, D.Alice pelo contrário até é muito inteligente, só que distrai se muito, não consegue estar sossegada na cadeira, e o pior de tudo, é que ainda destabiliza os outros…

…Sem falar nas faltas… (na altura os pais só eram alertados quando atingíamos metade das faltas),  Acredito que o melhor será repetir o ano. Finalizou.

E, olhei para a minha mãe e vi-a “fuzilar me” com os seu olhar gélido que me fazia tremer por dentro, cada vez que dava a entender que não era educada em casa…

Nem imaginas os castigos que tive nesse ano:

Desde fazer as tarefas todas de casa sozinha, não poder ir à praia, ainda me deu uma tareia para aprender a não ser malcriada e a perceber a obrigação que tinha de aprender a ler e a escrever (aprendi a escrever com a colher de pau ao lado)…

Eu e todos os adolescentes que fazemos isto, só queremos ser ouvidos pelos pais, professores e educadores, e eles normalmente só querem impor, e seguir a educação que tiveram e que acham que é a certa, concordas comigo?

Resolvi fazer um vídeo e responder te às duas últimas perguntas que a Chus nos colocou:

Tu achas que a disciplina é importante na tua vida?
Quais os benefícios que tens com a disciplina?

Sabes que desde que descobri que a DISCIPLINA é uma coisa boa e que posso ser indisciplinada dentro da disciplina, sinto me inspirada para poder partilhar contigo tudo o que tenho aprendido ao longo desta minha caminhada.

Não digo no vídeo onde te respondo às questões colocadas pela Chus, mas sou muito GRATA ao Rui Gabriel o fundador da Comunidade da Tribo, (para mim a melhor comunidade de empreendedores online em língua Portuguesa e Espanhola), pois foi Graças a ele, aos membros da Comunidade e a mim, claro (risos) que hoje faço aquilo que mais AMO e ajudo outras pessoas a fazerem o mesmo!

Nem sempre acreditei que fosse possível ser abundante de tudo incluído de dinheiro, mas depois que entrei neste projeto e conheci de perto pessoas comuns que apesar de terem muito dinheiro continuam a ser simples integras e de confiança, passei a acreditar e a ver  isso a acontecer comigo.

Não te vou mentir e dizer que é fácil o caminho de ser empreendedora, e se tiveres uma mente de empregada e estás cheia de crenças limitantes…

Todos temos  um processo que nem sempre é de rosas, mas é de muito Crescimento e cada um tem que haver a sua parte.

Quando decides que queres ter um futuro melhor, te comprometes a dar o teu melhor e dizes sempre sim a tudo o que sabes que te vai aproximar dos teus sonhos, acontecem coisas fantásticas na tua vida e na tua pessoa, isso garanto te pois aconteceu e acontece com todos os tribalistas aqui na Comunidade da Tribo e com as pessoas que são bem sucedidas.

Vive a vida Livre

~Sandra Galão

O Pior Analfabeto é Aquele Que Sabe Ler e Não Lê!

O Pior Analfabeto é Aquele Que Sabe Ler e Não Lê!

Consegues Imaginar a Tua Vida Sem Livros?

Sempre gostei muito de ler, e tive fases de ler muito e outras que nem por isso, mas posso dizer te que  foram muitos os tipos de leitura que tive, todos tiveram haver com o  meu processo de crescimento.

Eu acredito na lei da atração e por isso hoje acredito que atrai todos os livros que tive oportunidade de ler, e aqueles que ainda não li.

Se me segues sabes que já fui muito rebelde, por falta de atenção, diálogo e Amor, e também porque era uma “maria vai com as outras”, queria experimentar tudo que me chamasse a atenção.

Odiei a minha mãe durante muito tempo e tentei fugir várias vezes de casa.

Era uma criança considerada difícil de educar, que estava sempre a aprontar e que tinha sempre a resposta na ponta da lingua, e quanto mais me diziam isso, mais difícil me tornava, porque inconscientemente interiorizei que estava sempre a aprontar, e que me portava muito mal, e é verdade, aprontava demais.

Mas era muito Feliz, adorava brincar e brinquei muito, e quando comecei a ler e a escrever, não achei muita Graça pois a minha mãe sempre foi muito autoritária e bruta a ensinar, porque não sabia lidar com o meu défice de atenção.

eu com 7 anos

Eu sempre fui muito aérea e custava me muito prestar atenção ao a,e,i,o,u, e a qualquer coisa que fosse muito repetitiva e não fosse divertida, levei muitas vezes com a colher de pau nas mãos por não prestar a tenção, lembro me também da minha mãe segurar na minha mão para aprender a fazer as letras.

[fancy_box id=1]

Lembro me de repetir 50 vezes no caderno, como castigo:

Vou começar a tomar atenção nas aulas e só vou falar se a professora pedir

Vou começar a tomar atenção nas aulas e só vou falar se a professora pedir

Vou começar a tomar atenção nas aulas e só vou falar se a professora pedir.

Comecei sim a tomar muito mais atenção! Mas continuei a falar sem a professora pedir…lol

Este exercicio da escrita é um exercicio muito poderoso, para o bem e para o mal:

– Ajuda te a escrever e a corrigir os teus erros e ao mesmo tempo faz te interiorizar aquilo que precisas.

Agora, imagina se a minha mãe me tivesse mandado escrever:

– Não consigo tomar atenção, e falo sempre sempre sem a professora pedir…

Consegues perceber a diferença?

[/fancy_box]

A minha mãe sempre gostou de ler, e ganhei esse hábito com ela, acho lindo como conseguimos estar num mundo que não é nosso, viajar,  aprender e crescer com as experiências das personagens.

Ouve muitos livros que tiveram muita influência na minha Vida:

Conheci a turma da Mônica, do Mauricio de Sousa

Adoro a forma tão divertida de ensinar do Mauricio
Adoro a forma tão divertida de ensinar do Mauricio

Estes livros fizeram de mim uma criança mais divertida, e que gosta de ler e aprender muito mas sem ser na base da obrigação, é muito fácil ensinar uma criança a gostar de fazer algo, se utilizarmos a criatividade e for divertido, certo?

Além da turma da Mónica tambem lia banda desenhada da turma da disney.

Chegava a passar tardes inteiras a fazê-lo… Devorava os livros

Trocava com os meus amigos do Vale que também gostavam.

E tu, lembras te dos livros que gostavas de ler?

Há quanto tempo não lês?

Mesmo em adulta antes de ser mãe empreendedora, e gostar de outro tipo de leitura
Mesmo em adulta antes de ser mãe empreendedora, e gostar de outro tipo de leitura

Comecei por ler as fotonovelas que eram romances aos quadradinhos e a preto e branco, onde mostrava o principe e o bandido, com muitas histórias  de mulheres, maridos, amantes e o papel na sociedade, a minha mãe não gostava muito que eu as lesse, dizia que não eram para a minha idade…

Desde Romances, a histórias de mães que espancavam os filhos, li um pouco de tudo…

Aos 15 anos quando estava com a idade do armário bem evidente em mim, e comecei a andar com más companhias, a minha mãe sugeriu me (hehehe, quase me obrigou) a ler o Livro, Os filhos da Droga

Este Livro fez me não querer experimentar algumas coisas na minha Vida.
Este Livro fez me não querer experimentar algumas coisas na minha Vida.

 

E que bom que Li! Este livro é baseado em uma história real, e impressionou muito, a personagem principal é a Christian F.

Hoje vejo o quão atenta a minha mãe foi comigo, mesmo não sabendo dar AMOR, nem carinho, ensinou me muito através dos livros que me Recomendou.

Hoje sei que deu o seu melhor, mesmo que não fosse muito pedagógica em certas situações, risos…

Fui crescendo e lembro de haver uma altura que só lia romances e foi quando comecei a pensar no meu principe, baseada nos personagens que lia… um dia chegou…

Conheci o homem da minha vida no comboio. Verdadeiro Romance...
Conheci o homem da minha vida no comboio. Verdadeiro Romance…

 

Fui crescendo e os livros foram aparecendo..

Ganhei muitos Livros que ainda não li, nem tão pouco sei se vou lê los, outros comprei e decepcionei me, e há muitos que ainda quero ler.

Quando um Livro te Ajuda a Enxergares as Pessoas e a Vida de Outra Maneira

Estes livros que te vou mostrar, foram muito interessantes a forma que apareceram na minha Vida!!

Estava numa fase dos Porquês, desempregada a experimentar negócios de Marketing de rede e novas experiências, a conhecer muitas pessoas novas e diferentes das que estava habituada, e foi uma altura que tive muitas duvidas do que andava aqui a fazer e o que queria para o meu futuro;

Acho engraçado, porque a pessoa que me ofereceu o livro abaixo, O Segredo está sempre a dizer me que gostava de atrair o principe dela, mas só atrai homens problemáticos, que gostava de ter um emprego melhor e tem de estar a aturar clientes insatisfeitos…

Vê se que ela não leu o livro que me ofereceu e que ensina a fazer isso, diz que me ofereceu porque sabe que eu gosto destas coisas… lol, e ela também, Ironias do destino… Farto me de gozar com ela ..

 

Já não é segredo nenhum
Se quiseres ter o Livro e aprender a Lei da Atração, clica na Imagem e Aproveita a 1ª oferta

Também na altura que recebi este livro, tive o prazer de ver o Bob Proctor ao vivo no Pavilhão Altlantico, durante quatro horas e meia… Ganhei o Bilhete na empresa de Marketing multinível que desenvolvia na altura. Lei da atração em Ação

Ouvir Bob Proctor, um dos “mestres” que participou no livro e no filme O Segredo, de Rhonda Byrne, best seller mundial de auto-ajuda que em Portugal vendeu 350 mil exemplares.

Mas a palestra não foi muito bem sucedida pois a tradução estava muito mal feita e houve pessoas a abandonar o evento, uma pena.

Agora lembrei me que também vi o Adelino Cunha, fundador do I Have the power e cheguei mais tarde a fazer um workshop com ele, onde levei uma amiga que estava a precisar de se Motivar.

E ganhei o livro dele Rumo a terra dos Sonhos,  num evento onde fui promovida, quando me iniciei em Marketing Multinivel  em 2009

E De Repente Estás a Ler o Livro Que Precisas no Momento

Quando tirei o meu curso de Técnica de Ação educativa, entre 2010 e 2013 cruzei me novamente com muitos livros.

Os que me impressionaram e me ajudaram a perceber muita coisa foram os Livros do Grandioso Augusto cury, médico, psiquiatra, psicoterapeuta e escritor Brasileiro…

Desenvolveu a teoria da Inteligência Multifocal, que estuda sobre o funcionamento da mente, o processo de construção do pensamento e formação de pensadores.

Adorei alguns Livros dele que Li,  e fizeram a diferença na  minha Vida.

Sei que no futuro, vão voltar a ser uma constante.

Tenho um sonho e Acredito que ainda vou conhecer o Augusto Cury  pessoalmente…

Confirmei com este Livro porque motivo temos tantos meninos "delinquentes/carentes)
Confirmei com este Livro porque temos tantos meninos “delinquentes/carentes)

 

Devia ser leitura Obrigatoria
Devia ser leitura Obrigatória

Em dezembro de 2010, comecei a Fazer Voluntariado com Crianças de Risco e aproveitei um dos Livros do Augusto para incutir umas coisas bem interessantes na cabeça de alguns meninos que achei que podiam querer Mudar a forma de estar e ser, e escrevi o livro todo no computador, com a colaboração de alguns…

Gostei muito das experiências, fez me crescer muito como pessoa, e mais uma vez perceber porque temos tantos meninos sem futuro

Sou muito Grata pela experiência
Sou muito Grata pela experiência

 

O livro é sensacional. recomendo te se queres revolucionar de facto a tua Vida, e descobrir o teu valor. És insubstituivel.

Livros de desenvolvimento pessoal são fundamentais
Livros de desenvolvimento pessoal são fundamentais

É incrível como por vezes nem nos apercebemos das nossas competências e do tanto que sabemos.

Quando o meu filho nasceu em 2012, deixei de fazer voluntariado e faltava me um ano para acabar o curso de T.A.E.

E comecei a ler Robin Sharma recomendado por uma colega e amiga.

Li alguns livros dele, mas este aqui abaixo, demorei muito tempo com ele, li, parei, voltei a ler, e terminei, e voltei a ler uma segunda vez:

O Monge que Vendeu o Seu Ferrari, uma Fábula espiritual.

A história é sobre Julian Mantle, um advogado extremamente bem sucedido, ambicioso e que trabalhava muito e o muito aqui é para demonstrar exagero mesmo.

Em uma audiência, com o tribunal lotado, ele sofre um ataque cardíaco, resultado de uma vida desregrada, sem limites alimentares, psicológicos ou materiais. A partir desse acontecimento trágico, a fugacidade e fragilidade do que é a vida passa a ter novos significados e se tornar presente em sua vida.

Algo dentro de seu ser o questiona sobre o que já fez, o que tem feito e o que gostaria de fazer…

Fábula espiritual cheio de Grandes mensagens. Adorei
Fábula espiritual cheio de Grandes mensagens. Adorei

Lembro me que quando ia ter com meu filho ao hospital, pois esteve 25 dias internado na neonatologia por ser prematuro, as enfermeiras metiam se comigo por eu ler o livro alto para o meu filho…

O meu filho é um tagarela e super inteligente, achas que teve influência eu ter lido o livro desde os 5 meses de gestação e depois continuar? Eu acredito que sim.

Adormeciamos a fazer a tecnica do Kanguru e o livro ao colo
Adormeci várias vezes a fazer a Tecnica do Kanguru e o livro ao colo

Podia estar aqui a dizer te a quantidade de Livros que me ajudaram a crescer como pessoa, e me fizeram chegar onde estou hoje mas vou terminar oferecendo te um dos ultimos livros que Li e que me mudou completamente a minha forma de estar neste mundo do empreendedorismo e saber o meu valor pessoal.

Como é que eu não li este Livro antes?

Se todos entendermos que temos de aprender a ver por outra perspetiva, aprendermos com quem já passou pelo processo e aplicarmos os ensinamentos que se encontram aqui neste Ebook Sensacional, vamos ter muito mais pessoas Livres e Felizes, a acreditar que é possível, sim, Vivermos em abundância e termos mais qualidade de vida para estar com a familia e a fazer aquilo que mais gostamos.

O problema é que são poucas as pessoas que tem acesso, ou dispensam estas informações que nos ensinam a sermos nós na nossa essência e a R-educar a nossa mente, que foi formatada durante anos para não se expandir muito, para podermos Realizar os sonhos dos outros, e não os nossos.

[fancy_box id=2]

Eu vou fazer a minha parte e vou deixar te aqui o Ebook do Guru Instantaneo, aproveita e guarda já, mesmo que não tenhas vontade de lê lo… apesar de eu achar que devias de ler ontem, o seu conteudo é PODEROSO, e pode ajudar te a Mudar a tua Vida num instante, mudando a forma que olhas para ti e  para o dinheiro.

Se aplicares os ensinamentos que aqui se encontram, Garanto te que vais começar a ver resultados na tua pessoa e na tua vida.

Aproveita, pois este conteúdo já esteve à venda por 47€ e o autor ganhou uma “pipa de massa” com ele, e não te posso garantir até quando está disponível Gratuitamente.

[/fancy_box]

Clica na imagem, Recebe Grátis o  Ebook no teu Email,  e Começa a Transformar te na Tua Melhor Versão

 

Transforma te na Tua Melhor Versão
Transforma te na Tua Melhor Versão

 

Pior Analfabeto é Aquele Que Sabe Ler e Não Lê.

Procura um tipo de leitura que te agrade e  lê, viaja, sonha, envolve te, desenvolve te, emociona te, e cresce.

A minha sugestão é que aproveites e apliques  todas as mensagens e dicas que vais recebendo ao longo da tua vida, seja em livros, artigos como este ou outros, musicas, videos …

Que tenhas uma boa leitura e muitos momentos AhA com os livros que te ofereci; Não desperdices a Oportunidade de puderes crescer.

Se souberes que pode ser útil a outros, não hesites em partilhar, pois foram escritos para chegar ao maior numero de pessoas.

Muito grata por estares ai.

Vive uma Vida Fantástica.

Sandra Galão

Porque Temos Tantos Medos?

Porque Temos Tantos Medos?

Consegues Imaginar Como Seria a nossa vida se não tivéssemos Tantos Medos Incutidos?

Não sei se sabes mas só nascemos com dois tipos de Medo que são:

O medo de Cair e o Medo do barulho!

Descobri isto quando fui mãe pela primeira vez!

Um dos Grandes problemas da atualidade é o MEDO, concordas?

Vejo isso principalmente nas pessoas que têm o hábito de alimentar a sua mente a ver muitas noticias, a ler os jornais e a ver tudo aquilo que não controlam, mas que serve para nos amedrontar!

Como mãe de um casal de dois e quatro anos, tenho a preocupação de tentar não incutir medos nos meus filhos, sabendo que é importante ter algum medo, pela nossa segurança, mas que isso não pode ser um impedimento para que eles vivam uma vida feliz e façam aquilo que realmente desejam!

Não sei qual é a tua opinião em relação aos medos, mas deixo te ficar aqui o Video que fiz com o meu filho onde te contamos porque não devemos ter tantos medos!

Se te identificas com a minha mensagem, espero que sigas a sugestão que te deixo no video, e como diz o meu filho:

Somos heróis, e os heróis não têm medo, right?

Vive uma vida Fantástica onde controlas os teus medos e não o contrário, ok?

~Sandra

 

Ser Diferente é Normal?

Ser Diferente é Normal?

Enquanto Não Aceitares Quem És, Não Vais Cumprir Com a Tua Missão!

Eu Gosto de ser Diferente, afinal, de cópias o mundo está cheio!

Somos educados assim: a tentar ser igual a fulano e a beltrano, a ser comparado com “todos” os que nos rodeiam, e na maioria dos casos Obrigados a ser quem não somos, e a fazer o que não queremos, verdade?

Eu, desde que fui mãe do Mateus, em 2012 e 20 meses depois da Luana, duas crianças especiais, completamente diferentes uma da outra, mas que me escolheram a mim e ao pai João como cuidadores, orientadores e mestres, nesta jornada para que possamos evoluir juntos! Prometi a mesma que irei ser a mãe que não tive, e deixar os meus filhos serem quem realmente são.

São muitas as vezes que fico receosa e triste com alguns comportamentos que tenho, mas estou ciente que tenho de seguir o meu coração para me tornar na melhor versão e ajudá-los com a sua missão aqui na terra

São muitas as crianças especiais e diferentes que ai andam à espera de serem aceites por quem são, infelizmente, os pais, educadores, cuidadores, preferem chamar de seres esquisitos, rebeldes, crianças difíceis, mal educadas, revolucionárias, e há mesmo quem diga que não “batem bem da cabeça”…

Depois admiram-se dos comportamentos  menos corretos…

Sempre fui uma menina muito rebelde, por ser diferente, levei muita porrada e castigos, e fui educada na base da autoridade!

A minha mãe, minha amada mãe, que nunca soube o que era o amor, e por isso não soube dar, sei que fez muito sacrificios por nós, mas não foi uma mãe presente, foi uma mãe orientadora, que sempre trabalhou, e não deixou que nos faltasse nada, o dito essencial.

A minha mãe sempre foi autoridade lá de casa, sempre disse o que deviamos fazer e como o deviamos fazer, ficava tão danada com aquela imposição de regras…

Sabes que descobri neste meu processo, que tinha uma aversão à Disciplina,  imposta pela minha mãe, que me irritava tanto, que preferia levar porrada do que  fazer as coisas tão certinhas como ela achava que tinha de ser.

– Já não sei o que hei-de fazer a esta rapariga. Dizia ela vezes sem conta, sem perceber o que podia fazer com esta filha “difícil” e especial.

Nós Somos o Reflexo dos Nossos Pais (de quem nos educa e orienta ao longo da vida).

Tudo o que fazemos reflete-se nos nossos filhos, eles admiram-nos, e eu vejo isso hoje muito claramente nos meus filhos e já tinha visto em outras crianças, o que é certo é que o nosso subconsciente está sempre a absorver a informação como uma esponja, seja essa informação boa ou má, como viste no video…

Eu gosto muito de experimentar, testar para ver se tudo o que oiço corresponde à verdade. Porque falar todos podemos falar o que quisermos, por isso temos tantas crenças incutidas, já pensaste nisso?

Nós temos o dever de analisar e ver se faz sentido para nós, seguir o nosso sexto sentido, normalmente está sempre certo.

Deixo te uma sugestão de um exercicio que faço hoje em dia, mas que aprendi antes de ser mãe, quando tirei o curso de Técnica de Ação Educativa, com duas professoras Sensacionais, e que me Ensinaram muito na minha Evolução, que nem sempre foi consciente.

Faz como te sintas melhor, mas faz, se queres começar a entender quem são os teus filhos, refletidos nos teus exemplos;

O objetivo do exercicio é que comeces a ser mais consciente das tuas ações para que tenhas um filho que sabe quem realmente é e não uma cópia dos pais (Tu) que já tens crenças e hábitos incutidos dos teus pais e de todas as pessoas que influenciaram a tua personalidade…

O exercicio é simples, mas só se torna eficaz se for consciente:

[fancy_box id=1]

“Se tens filhos começa a observá-los com ATENÇÃO, vais perceber tantas coisas tuas, ações, “falas”, gestos que eles repetem e que nem sempre gostamos, e nem tão pouco sabíamos que  tínhamos”

[/fancy_box]

Eu nem sempre gosto do que vejo no meu filho Mateus que é também uma “versão Índigo da mãe, mas em masculino”.Mas tendo isso consciente ajuda-me a controlar melhor as minhas ações e os exemplos que quero dar, que nem sempre é fácil.

E se eu fui privada de mimo, carinho, diálogo, o Mateus aproveita-se da sua história para ter muito mimo (não sou contra muito mimo) mas faltam-lhe algumas regras, e isso faz com que por vezes, se torne um menino mimado sem Limites.

Não tenho a pretensão de ser a mãe perfeita, pois nem sei o que isso quer dizer,  mas quero sim ser uma mãe melhor todos os dias, aquela com que sempre sonhei, e sei que sendo presente na vida dos meus filhos e entendendo quais são as suas principais necessidades, vão crescer muito mais saudaveis e a saberem que são seres únicos, cheios de capacidades e sem problemas de assumirem quem são. Todos diferentes, todos iguais

Olá sou eu a Sandra Galão, menina rebelde, criança Índigo
Olá sou eu a Sandra Galão, menina rebelde, criança Índigo

Saber que estou aqui neste Planeta com uma Missão e que posso ajudar a inspirar outras pessoas que querem Muito descobrir quem são e mudar a sua forma de estar, de pensar, de agir, de julgar, de não se aceitar, de saber que tem o PODER,  faz me sentir que sou realmente abençoada, pois nem sempre quis acreditar nisso.

Temos uma forma muito estranha de justificar as nossas ações, tudo serve de desculpa, right?

Nem sempre percebi porque era tão Diferente da maioria das pessoas que conheci ao longo da minha vida, tão “aparências”, isso resultou em muitos conflitos ao longo do meu processo

Na realidade fui muito questionada sobre esta forma que chamava de expontânea e sobre este feito incomum.

“-Ou te amam  ou odeiam-te”, diziam me algumas amigas minhas!

Eu como Criança/adulta Índigo (mesmo não sabendo o que isso queria dizer) nunca deixei de Acreditar que podemos Fazer a Diferença na Vida de outras Pessoas,.

Não sabia que podíamos viver numa comunidade onde é permitido dar a opinião, participar, aprender  e ensinar os outros, ou seja Ir de encontro à nossa melhor versão, juntando o Melhor de todos Nós! 

 Sempre Soube Que Era Diferente, Mas Com Uma Conotação Negativa

Depois de me iniciar no nivel I do Reiki em 2010, foi quando descobri que era uma Criança Índigo, não fazia ideia do que isso queria dizer exatamente, o que sabia é que essas Crianças, nomeadamente EU tinhamos carateristicas que nos fazem ser Diferentes no meio de uma sociedade cheia de pessoas comuns.

Confesso-te que não fazia ideia que era um ser Iluminado com uma missão Grandiosa aqui no Planeta Terra, sabia que era diferente e estava sempre a querer saber o que devia fazer agora com aquela informação.

Quando descobri, quis saber mais, e comecei a pesquisar e a estudar muito, pois muitas das carateristicas destas crianças, faziam com  que andasse metida sempre em grandes conflitos, a impor a minha Verdade!

[fancy_box id=2]

Sabes que se aceitares que tens filhos especiais, diferentes, mesmo que algumas das suas atitudes pareçam de meninos “delinquentes” ou mimados sem limites, o processo de Educação e Evolução vai ser muito melhor e menos doloroso, tanto para quem educa como para quem é educado. 

O segredo é o diálogo, tens de esclarecer como são as coisas, quais são as regras a seguir, ouvir o que eles têm para dizer e  não fazeres comparações, nem impor o que acreditamos ser verdade, muito menos dizer que “somos”  malucas, “anormais”… Apesar de ser um pouco verdade… (eu a falar como criança)

[/fancy_box]

Vou propor-te aqui outro exercicio, que se o fizeres com honestidade, vai te ajudar a descobrires como és diferente das pessoas a quem te comparas, e que tens muitos padrões que podes e deves mudar para conseguires aceitar quem és, e entenderes melhor quem educas.

Qual a Finalidade de Sabermos Quem Somos?

Quando assumes quem és, vives muito mais Feliz e deixas de estar preocupada em agradar os outros, e a viver a vida que os outros querem que tu vivas, e começas a descobrir que és muito mais poderosa do que imaginavas!

Fica o exercicio que me tem ajudado muito a melhorar os meus defeitos, mas que grande parte nem considerava como defeito (por isso não conseguia melhorar). Risos…

Espero que te seja útil de alguma forma, aqui vai:

Escreve, grava (como te sentires melhor), todas as  qualidades e defeitos que tenhas e que te lembres (tens de ser o mais sincera possível, só tu vais ver).

Se não conseguires identificar nenhum defeito ou qualidade, toma coragem e pergunta com sinceridade às pessoas mais próximas e que te conhecem bem! Vais ficar surpreendida(o) com as respostas!

Escreve/grava coisas que gostas e não gostas de fazer, conquistas que te fizeram sentir orgulhosa(o), coisas que és mesmo bom/boa e que se calhar nunca olhaste para elas como tal, escreve muito sobre ti, e tudo aquilo que te lembrares que te ajudem a ir de encontro à pessoa que realmente és e não há pessoa que te transformas te.

Nem sempre gostamos daquilo que descobrimos sobre nós, a verdade é sempre dura para quem a ouve, e é por isso que poucas pessoas estão dispostas a desafiar-se, mas é uma forma de conseguirmos R-educar a nossa mente e sabermos educar os nossos filhos especiais, que só precisam de Atenção e muito Amor…

Claro que não és obrigada(o) a fazer os  exercicios que te propus, mas se chegas te até aqui, permite te e descobre quem és.

Ser Diferente, ajuda-te a destacares-te dos “normais”, sabias?

david wood

Como sabes, ou não, sou mãe de dois e empreendedora online, que trabalho a partir de qualquer lado que tenha uma ligação à internet, com a Empower Network (empresa de afiliados em treino e educação em Marketing Digital & Coach), juntamente com a Universidade da Tribo  que é uma comunidade de empreendedores, empresários e particulares de vários setores onde somos todos diferentes da maioria, porque fazemos o que a maioria não faz e por isso nos intitulamos como Empreendedores Anormalmente bem Sucedidos.

O que podes aqui aprender connosco além de te descobrires, é como podes ganhar dinheiro através da Internet, a fazeres aquilo que realmente Gostas, ajudar outros a fazer o mesmo, mas tens de te identificar com a nossa missão e os nossos valores, que são bem diferentes daquilo que estás habituada a ver no mercado, com toda a certeza.

 

bannercorreiodoblog-tnprt-131

 

Não tenhas Medo daquilo que desconheces, nem do que podes descobrir sobre Ti, a vida é mesmo assim, um grande mistério, assim como nós mesmos, onde nos é permitido errar e aprender com esses mesmos erros, cair e levantar, dar dois passos atrás se for preciso, para poder dar um à frente e continuar…

O processo é estranho e diferente do que estás habituada(o) mas vais aprender tanto sobre Ti, sobre os teus sentimentos e emoções, e vais passar a aceitar os teus Filhotes como o maior presente e não como um Problema.

Ser Diferente é muito mais fixe do que ser igual aos outros, concordas?

Temos de passar pelo processo, pois só assim iremos perceber a nossa verdadeira Identidade, e é nesse processo que nem todos estão dispostos a passar, que descobres quem realmente és!

O processo nem sempre é simples, nem maravilhoso, o que faz com que muitas pessoas desistam da sua evolução, sem perceberem o quão Gratificante é!

A tua vida só se vai Transformar quando Tu te transformares perante a Vida que tens, quando começares a olhar de outra forma para Ti e tudo o que te rodeia, sem vergonha nem Medo de assumires aquilo que és e quem és.

[fancy_box id=6]

Como dizia Jim Rohn:

“Para que as coisas Mudem, Tu tens de Mudar primeiro”

[/fancy_box]

O momento é agora, se queres mudar, tens de fazer alguma coisa, sabes disso, não é?

Espero ter te sido útil, e que os exercicios aqui propostos te ajudem de alguma forma, contigo mesma, com  o relacionamento que tens com os teus filhos e com as pessoas que te rodeiam.

Lembra-te que nada acontece de um dia para o outro, é um treino diário, afinal foram muitos anos a não acreditar que somos Diferentes da maioria, e com muitas crenças e padrões que não nos pertencem.

E eu continuo a mesma ainda que completamente diferente.

Vive uma vida Fantástica sendo quem és!

Grata por estares ai.

Aprecio te muito

~Sandra

 

 

 

Tiveste Medo, mamã?

Tiveste Medo, mamã?

Esta é uma pergunta dificil, não achas?

Mais à frente vou contar te porque este artigo tem o titulo “Tiveste Medo, mamã? Mas primeiro vamos lá falar um pouco sobre MEDOS.

Porque Temos tantos MEDOS?

Vou neste artigo abordar o Medo:

  • Medo de Errar

  • Medo de Fracassar

  • Medo de Arriscar.

Talvez este seja um dos Medos mais presentes no nosso tempo, um tempo em que se vive num império do medo, além dos acima mencionados, há também

  • Medo do Sucesso

  • Medo de Perder o emprego

  • Medo de não saber educar os filhos

  • Medo do futuro

  • Medo, medo, medooooooooooooooooooooo…

Isso tem de Mudar para o nosso bem e das pessoas que nos Rodeiam.

Há pessoas que não gostam, não querem reflectir sobre o que mais as assusta e as impede de avançar…

Preferem ignorar e acreditar que NUNCA se vai realizar ou que  pode ACONTECER para elas…

É normal… É uma forma de nos protegermos, mas acontece que se nunca enfrentarmos os nossos MEDOS, nunca, mas mesmo NUNCA os vamos ultrapassar, isso eu garanto te.

Na minha opinião, o ideal é que se encare o MEDO, que o analisemos (porque os temos), que o ennfrentemos e que percebamos de que forma o podemos SUPERAR.

Por exemplo, as pessoas que têm medo de andar de carro, porque tiveram um acidente e ficaram com “trauma”, ou uma avaria que lhes fez ficar paradas no meio do transito, e a confusão gerada foi demais para a sua mente?!

São Situações que fazem agumas pessoas ficarem com Medo, com muito medo

Acredito que estas pessoas podiam tentar novamente, mesmo que mais devagar, numa estrada onde há pouco trânsito para superarem esse trauma/medo, mas infelizmente não é o que acontece na maioria das vezes. Desistem e deixam que o MEDO as controle.

Quantas e quantas pessoas não acabam por boicotar a própria vida, deixando de fazer coisas que gostam e que precisam devido a essa fobia de andar de carro?

Vou contar te uma situação que me meteu muito MEDO e ainda hoje fico um pouco receosa, mas que resolvi que devia encarar, pois não gostei nada da sensação de estar fora de controle, e não saber o que fazer!

É isso que o MEDO nos faz: PARALISA NOS. Não Permitas!

[fancy_box id=2]

Quando tirei a carta, tinha 19 anos, no dia seguinte fui logo dar uma volta com a minha mãe, que ficou a dar me tantas instruções que acabei por bater num carro! E jurei que não voltava a andar de carro com ela até ter muita experiência e assim foi.

Uma semana depois a minha mãe emprestou me o carro dela para ir ter com o meu marido (namorado na altura) que morava a 25kms e parei numa pequena subida (parecia enorme) num cruzamento, e quando tive oportunidade de me meter à estrada o carro simplesmente começou a andar para trás, olhei pelo espelho e vi um taxi e mais dois carros atrás do taxi, que começaram a buzinar me e fizeram com que ficasse mais nervosa, a minha perna tremia e estava cheia de MEDO de bater no taxi!

Tentei acalmar me mas o que é certo é que aquelas buzinadelas estavam a colocar me mais nervosa, e comecei a pedir a Deus que me ajudasse, e ainda pensei em sair do carro e pedir ajuda, quando de repente um senhor do outro lado da estrada gritou:

Use o travão de mão, menina!

E eu pensei:

“Mas eu não aprendi a usar o travão de mão na escola para estas situações, como é que isso se faz??”

No momento era a única opção e lembrei me de observar o meu pai que tem muito esse hábito, e puxei o travão, coloquei a primeira e com a perna ainda a tremer, acelerei e o carro fez aquele hiii de quem está a acelerar mas não está a tirar o pé da embraiagem e não me perguntes como mas o carro lá começou a andar.

Ainda fui com a perna a tremer durante um tempo, mas lá me acalmei e sabes como resolvi essa situação, mas só passado algum TEMPO?

Fui para uma rua perto de casa que tem uma subida bem íngreme e raramente passam carros e estive a treinar o ponto de embraiagem.

Hoje, são poucas as subidas que me intimidam, mas sempre que encontro uma mais intensa (foto), pimba, o meu subconsciente vai até aquele dia, mas hoje como é mais consciente, penso: –  Calma Sandra, é só uma subida, na melhor das hipóteses, utilizo o travão de mão e chia sempre….Lol

Subida que ainda me deixa um pouco nervosa
Subida que ainda me deixa um pouco nervosa

[/fancy_box]

Sou uma pessoa que gosto de encarar os meus Medos, pois se assim não fosse, hoje

  • não estaria a conduzir, que é uma coisa que adoro;

  • não teria viajado tanto pelo Mundo;

  • não teria feito tantos disparates em Criança;

  • nem tão pouco estaria a desenvolver este FABULOSO negócio a partir de casa que me tem ajudado a crescer todos os dias como pessoa, a ser uma mãe mais presente, uma esposa mais dedicada, e um ser humano humano mais consciente.

Esta vertente deste negócio para o Desenvolvimento pessoal e Coach  faz me mesmo ACREDITAR que não podemos deixar que as nossas EMOÇÕES controlem as nossas AÇÕES.

Confesso te:

Eu sou uma pessoa que tenho muito poucos medos enraizados, o que me  fez fazer muitos disparates na idade do armário!

Conheço muitas pessoas que me confessaram que tem MEDO de tudo o que é desconhecido e o que é que eu fazia para não ter MEDO,  pois, sempre que esta questão surge só sei responder que  eu também tenho medos, só não deixo de fazer nada porque causa do MEDO, que é um Sentimento que nos Impede de Viver, e eu  ADORO VIVER.

 

Quando Alguém Tem Poder Sobre TI, Esse Alguém Controla a TUA Vida, sabes disso, right?

[fancy_box id=2]

Quando era criança tinha algum MEDO da minha mãe, que usava a autoridade e o PODER que dizia ter sobre mim e a minha irmã mais velha, como todas as mães, e metia me MEDOS  tão estranhos que eu não queria ACREDITAR que existissem, eu aprontava(aprontava muito), era muito gozona e a minha mãe batia me, ralhava e dizia que já não sabia mais o que fazer comigo,  sentia-me tão mal e não entendia porque ela não me dava abraços, nem miminhos, era só o que eu precisava, mas ela não entendia e  muitas vezes não  conseguia controlar esse MEDO, e engolia o choro (como ela ordenava), mas lembro me  uma vez de estar a apanhar, e gritava muito:

Eu vou dizer ao Policia porque TU não podes bater me assim que EU sou muito pequenina.

E a minha mãe respondia a tentar apanhar me:

– Vai, sim. E depois ele levam te com eles para uma familia onde ainda te vão tratar pior, mas enquanto o policia não vem anda cá, que eu vou mostrar te a deixares de ser malcriada e a obedeceres me quando te mando fazer qualquer coisa..

A minha mãe sempre foi uma pessoa boa a “rogar pragas de mãe” lol

Cada mãe, faz o Melhor que sabe, ou pelo menos deveria, concordas?

[/fancy_box]

Não Sofras Por Uma Coisa Que Ainda Não Aconteceu.

Eu conheço muitas pessoas que sofrem  por antecipação!

Não fazem nada porque tem MEDO, e porque alimentam as suas mentes com muito “lixo tóxico”, verdade?

É incrível, deixarmos-nos dominar desta forma pelo MEDO! Pela media, pelos jornais, pela nossa Mente!

Quando vivemos focados no passado ou no futuro é isto que acontece!

Vivemos numa ANSIEDADE que não tem fim e com o coração sempre “apertado”!

Martirizamos-nos com pensamentos, mágoas, ressentimentos, culpas,  que nos magoam e nos deixam completamente atrofiados!

AMO a simplicidade das Crianças de andar para a frente,  “ouve” a história que te prometi contar no inicio deste post que me deram duas grandes Lições de Vida

tiveste medo, mama

[fancy_box id=2]

 Tiveste Medo, mamã?

Foi a pergunta que o meu filho Mateus me fez depois de um acidente que tivemos a caminho de casa dos meus pais, há umas 3 semanas, onde vínhamos a aprender as cores em Inglês, e chovia imenso e  ao sair da rotunda,  mas não me apercebi e só senti o carro a fugir para a esquerda e já não consegui controlar a direção do carro…

Assustei me e virei o volante para a direita com toda a força que tinha e o carro começa a fazer um pião, fiquei sem controle e…

…O carro subiu uns pilares pequenos de cimento que estavam em cima do passeio, e quando pensei que o carro se pudesse voltar, pensei nos meus meninos e pedi aos meus anjos da guarda que o carro não se voltasse e o carro parou! Gratidão.

Fiquei com a parte da frente do carro no passeio e o resto na faixa de rodagem… Foi tudo tão rápido.

E perguntei:

– Estão bem, meninos? A luana respondeu: – É.

– O que aconteceu mamã? Perguntou o Mateus.

– Tivemos um acidente, filho, mas está tudo bem.

Espera aqui um bocadinho que a mamã vai ver se saímos daqui- disse eu a sair do carro e a ver os estragos.

Houve um carro que parou mais a frente onde apareceu uma moça nova, a dizer-me que devia de chamar o reboque.

O quê? – pensei, e comecei a imaginar o stress todo que seria se isso tivesse que acontecer, hora do almoço, ter que chamar o meu pai para vir buscar os meninos, trocar cadeiras…ups e stop

Fiz um reset a minha mente e fui ver porque ela dizia aquilo.

Espreitei e vi que a roda da direita, saia bem entre os pilares de cimento e a outra roda tinha mesmo de passar por cima, e disse:

– Acho que consigo tirar o carro, os pilares são tão pequenos, acreditava mesmo.

E voltei a entrar no carro, e quando tentei tirar novamente acelerei e ouvi, scratchhh, como se estivesse preso em algum sitio, e a moça a dizer outra vez:

Ai, se eu fosse a si parava e chamava o reboque senão é capaz de estragar isso tudo por baixo.

E voltei a sair novamente, olhei à volta e vi um carro dentro da rotunda a dar me suporte, e perguntei sem perceber quem estava dentro do carro

– É um homem que está ali dentro daquele carro?

– É, respondeu a moça.

E eu disse deixa me ver o que ele quer e peguei no triangulo, e coloquei a poucos metros do acidente, e fui ter com o senhor enquanto vestia o colete (não sei se sabes mas levas uma multa se não tiveres o colete de segurança vestido), fica a dica.

– A senhora sabe que tem que colocar o triângulo aqui onde eu estou estacionado para avisar os carros que forem entrar na rotunda? – disse me o homem

– Pois, não sabia! Sabe, é que é a primeira vez que tenho um acidente destes, disse eu, nervosa por ter os meus meninos no carro, estar a chover a potes e ser hora do almoço…

-Voçê não consegue tirar o carro dali? Perguntou o homem

E eu respondi muito depressa, esperançosa:

– Consigo , não consigo? A senhora que ali está acha que posso “rebentar” com peças por baixo, mas acho que nem é assim tão alto.

– Dê um cheirinho com a embraiagem e vai ver que sai. Vá lá que eu dou lhe cobertura aqui mais um bocadinho na rotunda.

Agradeci ao senhor pela Gentileza e estava tão certa que ia conseguir que arrumei o triângulo e disse para a moça:

– Sabe, aquele senhor acha que isto é muito baixo, e que sai bem, e eu vou tentar mais uma vez, porque concordo com ele, e vi que o plástico que estava a fazer o scratchh, era no sitio onde colocamos o macaco, e pensei:

“Aqui eu não fico”. Estava molhada que nem um pinto!

E meti a marcha atrás, pé na embraiagem e depois de passar aquele plástico, o carro saiu sem qualquer problema,

Disse Adeus aos senhores e lá fui, ainda sem perceber muito bem, como aquilo me tinha acontecido, mas Feliz porque tinha conseguido.

E, agora a parte mais interessante e SURPREENDENTE da História:

O meu filho perguntou quando já íamos a caminho e ainda estava a digerir aquilo Tudo:

– Mamã, tiveste MEDO?

Parei um segundo perante a pergunta, ía responder que sim, mas  respondi o que realmente senti:

Não filho,  fiquei nervosa porque NUNCA me tinha acontecido nada assim.

E ele vira -se muito rápido e diz:

– Então podemos continuar a aprender o Inglês? (era o que estávamos a fazer antes do acidente)

– Comecei a rir e respondi:

– Claro que Sim, meu filho, e não pude deixar de me sentir GRATA por tudo ter acabado bem.

As crianças são assim, a sua Simplicidade é simplesmente FANTÁSTICA, não achas?

Aprendo muito com os meus filhos, todos os dias. Gosto muito de observá-los…

[/fancy_box]

 

Adoro acompanhar o Crescimento dos meus Filhos
Todos Podemos Ser Livres Para Acompanhar o Crescimento Dos Nossos Filhos

Sabes, eu desde pequena sempre acreditei que estamos aqui para Sermos Felizes e não para sobreviver e Sofrer como oiço algumas pessoas dizerem e sofrerem…

»»»Eu  ACREDITO que estou aqui para Brilhar!

»»»Para influenciar POSITIVAMENTE  milhares de pessoas espalhadas pelo Mundo!

Isso nuca iria acontecer, se vivesse sempre cheia de MEDO, das circunstâncias que teimam em acontecer, right?

Lembra te, somos os criadores da nossa História e temos de ter a SABEDORIA de saber enfrentar os nossos Medos e Emoções, pois só assim estaremos preparados para Viver a Vida que merecemos e podemos dar o exemplo que os nossos filhos Precisam, concordas comigo?

As nossas dúvidas são traidoras e fazem nos perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, pelo simples medo de arriscar, conheço tantas histórias…

Fica a frase para reflexão se tiveres interesse em MUDAR de vida, mas não consegues por causa do MEDO, pensa Bem:

Tudo que é novo é um desafio, que representa Medo, receio, afinal é o “DESCONHECIDO”. Mas sabemos que o medo não vem de DEUS, portanto ele não te daria essa oportunidade se não tivesse certeza que TU és capaz!”

Lembra te que só TU tens o PODER de deixar o MEDO controlar ou não a Tua Vida.

Sabes quais foram as duas, na realidade três Lições de Vida,  que aprendi com estas histórias que aqui te contei:

  • Se Acreditas que és Capaz, não te deixes influenciar por terceiros e faz o que deves

  • Quando deixas que o Medo/Alguém controle a tua Vida, deixas de ter controlo de TI mesmo

  • Devemos levar a vida com mais Simplicidade, pensando e agindo como as crianças.

O medo Impede-nos de Viver, lembra te disso!

Sempre que tiveres com vontade de fazer alguma coisa e estiveres com Medo, vai com Medo mesmo! O medo tem medo da Ação!

Vive uma vida Fantástica!

~Sandra

%d bloggers like this: