A Fábula do Vendedor de Cachorro-Quente e a Crise

A Fábula do Vendedor de Cachorro-Quente e a Crise

Porque Será Que Enquanto Uns Choram,  Outros VENDEM LENÇOS?

A primeira vez que ouvi a fábula que te vou contar foi num evento de empreendedores, quando conheci  a indústria do  marketing de rede  em 2008 e ela representa bem a nossa realidade, e como por vezes arruinamos o nosso negócio porque acreditamos mais nos outros do que em nós e nos nossos produtos e serviços.

E assim começa a história e espero que tires a lição contida nela:

Um homem vivia à beira de uma estrada e vendia cachorro quente.

Ele não tinha rádio, não tinha televisão e nem lia jornais, mas produzia e vendia o melhor cachorro quente da região.

Ele se preocupava com a divulgação do seu negócio e colocava cartazes pela estrada, oferecia o seu produto em voz alta e o povo comprava e gostava.

As vendas foram aumentando e cada vez mais ele comprava o melhor pão e a melhor salsicha.

Foi necessário também adquirir um fogão maior para atender a grande quantidade de fregueses.

E o negócio prosperava a olhos vistos. O seu cachorro quente era o melhor!

VENCEDOR, ele conseguiu pagar uma boa escola ao filho.

O menino cresceu, e foi estudar Economia numa das melhores Faculdades do país.

Anos depois, finalmente, o filho já formado, voltou para casa, notou que o pai continuava com a vida de sempre, vendendo, agradando e prosperando e teve uma séria conversa com o pai:

Pai, então você não ouve rádio? Você não vê televisão? Não acessa a Internet e não lê os jornais? Há uma grande crise no mundo. A situação do nosso País é crítica. Está tudo um caos.

Depois de ouvir as considerações do filho Doutor, o pai pensou:

Bem, se o meu filho que estudou Economia na melhor Faculdade, lê jornais, vê televisão e internet, participa de redes sociais, e acha isto, então só pode estar com a razão, a coisa deve estar feia mesmo!

Com medo da crise, o pai procurou um Fornecedor de pão mais barato ( e é claro da pior qualidade).

Começou a comprar as salsichas mais baratas (que era, também, a pior).

Para economizar, parou de fazer cartazes de propaganda na estrada.

Abatido pela noticia da crise já não oferecia o seu produto em voz alta.

Tomadas essas providências, as vendas começaram a cair e foram caindo, caindo e chegaram a níveis insuportáveis e o negócio de cachorro quente do velho, que antes gerava recursos até para fazer o filho estudar Economia na melhor Faculdade faliu.

O pai, triste, então falou para o seu filho:

Você estava certo, meu filho, nós estamos no meio de uma grande crise. e comentou com os amigos,orgulhoso:

 Bendita a hora em que eu fiz meu filho estudar economia, ele me avisou da crise 

 

Moral da história:

O marketing é fundamental para o sucesso de um negócio, seja ele tradicional ou online.

Diante das situações, a pergunta que fica é:

Estamos no pior momento de todos os tempos, ou estamos a deixar de vender o nosso cachorro quente?

Como qualquer problema, as crises passam e a curto ou longo prazo outra surgirá, sabemos disso.

Mas isso não nos pode desanimar. Faz parte da vida de empreendedor, da economia e do mercado, right?

O que podemos fazer de melhor é encarar a crise de frente, mas sem deixar que ela influencie o nosso espírito inovador, criativo, empreendedor e produtivo.

Esquece lá a crise e dá espaço para novas ideias, só assim conseguirás ter o teu negócio sempre a prosperar e com os resultados que tu desejas

As Oportunidades aparecem para quem está DESPERTO para elas

 

Muitas vezes aqueles que tomam a decisão estão envolvidos em paradigmas e crenças que não lhes permite identificar onde estão as melhores oportunidades para poderem vencer na vida.

Deixam-se levar pela onda de pessimismo, da crise , o medo de trocar o certo pelo duvidoso, atrofiando todas as iniciativas em busca de soluções e ficam contaminados pela falta de perspectivas, e é aí onde culpam tudo e todos pelo seu fracasso, conheces alguém assim?

Eu conheço, infelizmente muitas, eu mesma, em muitas situações da minha vida no passado agi da forma que te descrevo acima.

Mas, com o tempo,  a vontade de vencer, de não ter mais patrão e de deixar um legado aos meus filhos, fez-me conhecer a Comunidade da Tribo, o grupo de empreendedores e empresários para o qual trabalho desde 2015 estes e tantos outros empreendedores de sucesso por aí, não se deixam abater e procuram sempre alternativas mesmo em tempo de crise,  empreendedores ousados, com determinação e coragem,  que sabem o seu caminho, o seu valor e nada, nem uma grande crise os abate.

– E Tu, como reages perante uma crise?

– És daquelas pessoas que és ousada e estás sempre em busca de novas soluções?

O grupo de empreendedores da qual faço parte com muito orgulho, pois estive lá quando renasceu das cinzas, mostra que, quando temos clareza naquilo que realmente queremos, na direção que queremos tomar,  não há crise que nos impeça de continuar o nosso processo.

Adoro a expressão tão verdadeira de um dos nossos valores:

Jogamos nos tabuleiros uns dos outros, retiramos o que cada um tem de melhor, partilhamos o que sabemos e tornamos nos na nossa melhor versão, todos os dias são dias de aprendizagem, seja ela qual for, um bom livro que te faça crescer, uma música que te faça sorrir, um blog que te faça inspirar,  mas não culpes os outros, muito menos  a Crise por tudo o que te acontece de errado

ARTIGO RELACIONADOA COMUNIDADE DE EMPREENDEDORES ANORMALMENTE BEM SUCEDIDOS – MISSÃO E VALORES

Se ainda não tens a vida que queres, a CULPA é só tua. Eu sei que é duro de ouvir, mas é a realidade, mas a boa notícia é que tem SOLUÇÃO e chama-se RESPONSABILIDADE, pela tua vida e escolhas.

Sabes porque digo isto sem medo de errar?

Pois também já quis mudar o mundo, eu tinha milhares de perguntas não respondidas e uma revolta imensa dentro de mim, culpava tudo e mais alguns por tudo de errado que me acontecia e só comecei a mudar isso quando comecei a mudar me a mim, aos meus comportamentos e às minhas atitudes, comecei a responsabilizar-me pelas minhas escolhas, mesmo que erradas e o mundo começou a mudar, quer dizer, eu comecei a ver o mundo com outros olhos.

Lembra-te para que algo de diferente aconteça, tens de sair da tua zona de conforto, aquela onde eu  também já estive durante muito tempo e onde vivia a vida de outras pessoas, sempre que investia o meu tempo a ver as “minhas” novelas brasileiras.

É verdade que aprendi imenso com todas elas, pois a maioria retratava algumas realidades que eu desconhecia, nomeadamente o tráfico humano, a exploração infantil, o saco azul e por aí…

Confesso te que nunca pensei que fosse deixar de ver novelas, pois era tão viciada!

A prova que a vida dá voltas, quando estamos dispostos a realizar os nossos sonhos mais profundos

A Escolha de continuar em busca de oportunidades ou ficar à espera que a crise passe é sempre nossa, lembra te que a energia precisa fluir, há que largar o velho, para deixar entrar o novo.

Não podemos fazer nada quanto a isso, por isso se chamam circunstâncias, mas com certeza as nossas atitudes perante as mesmas é que vão fazer toda a diferença, concordas?

Deixa ficar o teu comentário, partilha e vamos espalhar a mensagem:

A CRISE ajuda nos a SUPERAR os nossos LIMITES 😉

Tem um dia Fantástico e vive a vida LIVRE.

Sandra

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao publicar um comentário neste site, concordas com a politica de privacidade do site acerca de como os teus dados são guardados e geridos.

%d bloggers like this: